21 de dez de 2012

Comitê Paralímpico Brasileiro premia os melhores de 2012

Atletas paralímpicos brasileiros 
Para celebrar todas as conquistas do ano nos Jogos Paralímpicos de Londres 2012, o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) realizou na quarta-feira, 19, o segundo Prêmio Paralímpicos, na Marina da Glória, no Rio de Janeiro.

Sede dos próximos Jogos Paralímpicos, a cidade foi escolhida para encerrar o ciclo Pequim 2008 – Londres 2012 e abrir o novo Londres 2012 – Rio 2016.

 A festa contou com a atriz Daniele Suzuki e o cantor Gabriel “o Pensador” como mestres de cerimônia, e com presenças ilustres como o ministro do Esporte, Aldo Rebelo; a Secretária de Estado, Dra. Linamara Rizzo  Battistella, da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo; o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro e dos Jogos Rio 2016, Carlos Nuzman; presidente da Autoridade Pública Olímpica, Márcio Fortes; o presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro, Andrew Parsons, entre outros.

“O Brasil ser sétima potência do mundo é uma grande conquista em qualquer área. Isso mostra que o esporte paralímpico brasileiro não é mais uma nação emergente. Estamos inseridos entre os maiores. Não fechamos o ano com chave de ouro, mas o ciclo. A segunda edição do Prêmio mostra que o paradesporto brasileiro ganhou maturidade e relevância graças aos atletas que nós temos”, exaltou Parsons.

Parsons destacou ainda as parcerias feitas pelo CPB com o Estado de São Paulo, a Prefeitura do Rio de Janeiro, o Ministério do Esporte e o Governo Federal, fundamentais para as conquistas do Brasil em 2012.

Escolhido para o Prêmio Personalidade Paralímpica, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, ressaltou as vitórias do Brasil em 2012.

“Nossos atletas representam disciplina, vitória do nosso povo e do nosso País. Sou ministro do Estado do Esporte, servidor público, brasileiro e em nome da sociedade brasileira tento fazer o que está ao alcance para que vocês tenham o melhor. Contem conosco, contem sempre”, disse.

O prêmio de Melhor Técnico de Esporte Individual foi entregue pela Secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo, Dra. Linamara Rizzo Battistella, à Marcos Rojo.

“O esporte faz a diferença quando o que nós queremos é respeitar os direitos humanos. Marcos, você e Daniel formam uma dupla que fez o Brasil chorar de emoção”, disse a Dra. Linamara.

Márcia Lins, secretária de Estado de Esporte e Lazer do Rio de Janeiro, entregou o prêmio de Melhor Técnico de Esporte Coletivo para Alessandro Tosim, do Goalball.

“É uma emoção muito grande falar sobre Esporte Paralímpico. Estamos no Rio de Janeiro, que sediará os Jogos de 2016 e mais do que nunca precisamos dos técnicos e atletas para mostrarem ao mundo o momento que estamos vivendo. Certamente iremos comemorar muito juntos em 2016”, afirmou a secretária.

Entregue àqueles que se dedicam ao Movimento Paralímpico, o prêmio Aldo Miccollis foi entregue pelo vice-presidente do CPB Mizael Conrado a Rivaldo Araújo da Silva, coordenador geral de Paradesporto de Alto Rendimento no Ministério do Esporte.

“Construir o futuro é reconhecer o passado e valorizar o presente. Várias pessoas ao longo de sua história estabeleceram grande compromisso com o paradesporto e o professor Rivaldo é uma delas. Sempre esteve envolvido”, destacou Mizael.

Eleito a Revelação de 2012, ouro na Bocha em Londres 2012, Maciel dos Santos recebeu o prêmio das mãos do vice-presidente do CPB, Luiz Cláudio Pereira.

“É uma honra ganhar esse prêmio. Me dedicarei cada vez mais para representar bem o Brasil”, prometeu.

Mais aguardado da noite, o Prêmio de Melhor Atleta pelo voto popular foi anunciado no fim da cerimônia. Em disputa acirrada, os velocistas Alan Fonteles e Terezinha Guilhermina venceram.

“Este ano foi muito especial. Realizei muitos sonhos. Agradeço ao Guilherme, meu guia, ao meu treinador Amaury Veríssimo, meus patrocinadores, o Time São Paulo. Ser brasileira é uma honra”, disse Terezinha, vencedora com 44,45% dos votos.

Eleito com 39,76% dos votos no Masculino, Alan reforçou o agradecimento de Terezinha.

“É um prazer imenso receber o prêmio de melhor atleta do Atletismo e do Ano. Agradeço ao Ministério do Esporte, CPB, Time São Paulo que me fizeram chegar como cheguei à Londres e conquistar o ouro”.

VOTO POPULAR

Melhor Atleta Feminino

1º Terezinha Guilhermina, com 44,45%
2º Shirlene Coelho, com 29,5%
3º Lúcia Teixeira, com 26,05%



Melhor Atleta Masculino

1º Alan Fonteles, com 39,76%
2º Dirceu Pinto, com 30,34%
3º Daniel Dias, com 29,9%

 
MELHORES ATLETAS 2012

ATLETISMO
 
Alan Fonteles Cardoso de Oliveira

BASQUETE EM CADEIRA DE RODAS
 
Lia Maria Soares Martins


BOCHA

Dirceu José Pinto


CANOAGEM

Fernando Fernandes de Padua.



CICLISMO

João Alberto Schwindt Filho


ESGRIMA EM CADEIRA DE RODAS

Jovane Silva Guissone


FUTEBOL DE 5

Ricardo Steinmetz Alves


FUTEBOL DE 7

Marcos Yuri Cabral da Costa


GOALBALL

Romário Diego Marques


HALTEROFILISMO

Rodrigo Rosa de Carvalho Marques


HIPISMO

Sérgio Fróes Ribeiro de Oliva



JUDÔ
 
Lúcia da Silva Teixeira

NATAÇÃO

 
Daniel de Faria Dias

REMO

Cláudia Cícero dos Santos


RUGBY EM CADEIRA DE RODAS

 
Alexandre Keiji Taniguchi

TÊNIS DE MESA

 
Bruna Costa Alexandre

TÊNIS EM CADEIRA DE RODAS
 
Daniel Alves Rodrigues
 

TIRO COM ARCO
 
Francisco Macicledes Barbosa Cordeiro

TIRO ESPORTIVO

 
Carlos Henrique Prokopiak Garletti
 
TRIATLO

Rodrigo Feola Mandetta


VELA


Elaine Pedroso da Cunha

VOLEIBOL SENTADO

 
Janaína Petit Cunha

MELHOR TÉCNICO ESPORTES INDIVIDUAIS

 
Marcos Rojo Prado (Natação)

MELHOR TÉCNICO ESPORTE COLETIVO

 
Alessandro Tosim (Goalball)

PRÊMIO REVELAÇÃO

 
Maciel de Souza Santos

PRÊMIO ALDO MICCOLLIS

 
Rivaldo Araújo da Silva – Coordenador Geral de Paradesporto de Alto Rendimento no Ministério do Esporte

PERSONALIDADE PARALÍMPICA

Ministro do Esporte Aldo Rebelo


Nenhum comentário:

Postar um comentário