29 de dez de 2014

Dicas para um verão saudável


 

 

PELE: tempo de exposição ao sol tem limites


Aí está o verão. E não importa onde você decidiu pegar sol – no quintal de casa, na praia, na fazenda ou na estrada – há uma série de precauções a serem tomadas para evitar que seu tempo de lazer seja interrompido por algum problema de saúde.

 
De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, cerca de 90% das lesões, que causam o câncer de pele, localizam-se nas áreas que ficam expostas ao sol, o que mostra a importância da proteção nos dias mais ensolarados. 


No Brasil, sem contar as incidências não divulgadas, são registrados mais de 100 mil casos de câncer de pele a cada ano.
 

Além do uso de protetores solares, recomenda-se também, a exposição adequada ao sol, ou seja, antes das 10h e depois das 15h. 


Para evitar o câncer de pele e as lesões pré-cancerosas, alguns cuidados são imprescindíveis: mesmo em dias nublados, o filtro deve ser usado e a proteção deve ser complementada com bonés, chapéus, roupas claras e óculos escuros. 


O filtro solar deve fazer parte da rotina de todos e quando houver exposição ao sol, precisa ser aplicado a cada hora.


Crianças e adultos



Os efeitos da irradiação ultravioleta, principal agente causador da doença, só se manifestam com o passar do tempo. Na maioria dos casos, as lesões começam a aparecer por volta dos 30 anos de idade. 


Os efeitos do sol são cumulativos e 80% da radiação solar recebida durante a vida ocorre até dezoito anos. É por isso que o trabalho de esclarecimento e de conscientização é muito importante em crianças e adolescentes.


Para manter a pele saudável no verão, siga algumas recomendações como: beber muito líquido para hidratar o corpo e a pele e, principalmente, a utilização do filtro solar, nunca com fator de proteção abaixo de 15. 


Quanto ao tempo de exposição ao sol, sem que se inicie o processo de queimadura da pele, chamado eritema, varia de pessoa para pessoa, conforme a cor da pele. 


Portanto, conheça o estudo realizado recentemente pela Sociedade Brasileira de Dermatologia em parceria com a Universidade do Rio de Janeiro, relativo ao tempo de exposição ao sol permitido de acordo com a cor de sua pele. 


A pesquisa considerou as seguintes condições: céu claro, sem nuvens e névoas; e sem proteção adequada.

  • PELE CLARÍSSIMA – pessoas com olhos azuis, sardentas, que sempre se queimam e nunca se bronzeiam: 15 min.
  • PELE MUITO CLARA – pessoas com olhos verdes ou castanhos-claros e cabelo loiro ou ruivo, que sempre se queimam e, às vezes, se bronzeiam: 18 min.
  • PELE CLARA – Média das pessoas brancas que se queimam moderadamente e bronzeiam-se de modo uniforme: 24 min.
  • PELE MORENO-CLARA – Pessoas com cabelo castanho-escuro e olhos escuros que se queimam muito pouco e bronzeiam-se muito: 31 min.
  • PELE MORENA – Pessoas que raramente se queimam e se bronzeiam muito: 48 min.
  • PELE NEGRA – Pessoas que nunca se queimam e são profundamente pigmentadas: 66 min.

 

Doenças de pele mais comuns no verão:

 

MICOSES


As micoses são doenças causadas por fungos e podem ser divididas em superficiais e profundas. 


Superficiais são aquelas em que o fungo se localiza sobre a pele ou ao redor dos pêlo, ou ainda se os fungos penetram apenas na camada externa da epiderme, (a camada córnea), ou nas raízes dos pêlos e das unhas.


Já nas micoses profundas, os parasitas podem infectar a pele e os órgãos internos como pulmões, intestinos, ossos, sistema nercoso e outros. Ao penetrar no organismo o fungo se dissemina, por via linfátiva ou sanguínea.


As micoses profundas são obviamente muito mais graves que as superficiais e apresentam aspectos de incidência particulares. Alguns tipos sãoencontrados em todas as partes do mundo e há outras formas, como 


Blastomicose, com mais frequência de aparecimento na América do Sul. As micoses superficiais são divididas em 2 grupos:


Aquele que se localiza na superfície da pele e pêlos: os fungos retiram sua alimentação de restos epiteleiais ou de secreções; outro grupo é constituído por doenças denominadas Dermatomicoses e Dermatofitoses. 


As Dermatomicoses são causadas por fungos específicos dotados de uma enzima especial que pode transformar a queratina em alimento. 


A queratina é a principal substância constituinte da camada córnea da epiderme, dos pêlos e unhas. Já as Dermatofitoses são causadas por fungos Dermatófitos, classificados em 3 gêneros: Tricófitos, Microsporos e Epidermófitos.


A micose de COURO CABELUDO apresenta-se como uma área arredondada com menos cabelos, descamação e coceira. Compromete mais as crianças, é contagiosa e se manifesta em ambientes comunitários. O tratamento é sistêmico, via oral, feito por médico especialista.


A micose de PÉ é bastante comum, causando lesões como bolhas, descamação e intertrigo. A frieira é a forma clínica de pé-de-atleta, ou dermatofitose. As lesões de frieira localizam-se entre os artelhos, sendo pruriginosas, podendo ser provocadas por Dermatófitos do gênero Trichophyton ou pela Candica albicans.


A micose de UNHA é de difícil e longo tratamento, porque o fungo se adapta muito bem às unhas dos pés, provocando o engrossamento, amarelamento e descamação das unhas.


Para evitar a contaminação você precisa:


  • Manter o corpo limpo e seco, especialmente pés, mãos e reentrâncias.
  • Evite andar descalço em áreas de uso comum, como clubes e academias.
  • Usar semanalmente talcos e loções secativas contendo agentes antisépticos, como Triclosan, Triclorocarban, Carpriloil glicina, Óleo essencial de Melaleuca e Timol.
  • Evitar compartilhar objetos de uso pessoal, como alicates de unha, escovas e pentes, buchas e esponjas de banho.

 

CONJUNTIVITE

 

Conjuntitivte á a inflamação da membrana (conjuntiva) que cobre o olho e a superfície interna das pálpebras. As três principais causas de conjuntitive são:

  1. Contaminação do olho com bactérias ou vírus. Eles podem ser transmitidos pelas mãos (principalmente), por toalhas, cosméticos (particulamente maquilagem para os olhos) ou uso prolongado de lentes de contato. Os dois tipos de infecção são contagiosos.
  2. Irritação é outra causa de conjuntivite. Os causadores podem ser a poluição do ar, fumaça (cigarro), sabão, sabonetes, sprays, maquilagens, cloro, produtos de limpeza  etc.
  3. Alguns indivíduos apresentam conjuntivite alérgica (sazibal), devido a alergia à pólens.

 Quais são os sintomas?



Várias combinações dos seguinters sintomas podem estar presentes: coceira, olhos vermelhos, fotofobia (sensibilidade à luz), inchaço das pálpepras e secreção nos olhos. A secreção pode ser desde aquosa até purulenta, dependendo da causa da conjuntivite.


Duração:



Na maioria dos casos dura de poucos dias a duas semanas. Conjuntivite alérgica dura enquanto o alergeno estiver presente.


Tratamento:
 


O tratamento varia dependendo da causa. Medicações (pomadas ou colírios) podem ser recomendadas para acabar com a infecção, aliviar os sintomas da alergia e/ou diminuir o desconforto.


Cuidados:


  • Lave suas mãos com frequência
  • Não coloque as mãos nos olhos para evitar recontaminação
  • Evite coçar os olhos para diminuir a irritação da área
  • Lave as mãos antes e depois do uso de colírios ou da pomada no olho
  • Evite a exposição à agentes irritantes (fumaça) e/ou alegenos (pólen), que podem causar a conjuntivite
  • Não use lentes de contato enquanto estiver com conjuntivite
  • Não use lentes de contato se estiver usando colírios ou pomadas


Pode-se previnir as conjuntivites?
 


É difícil previnir-se das conjuntivites, mas algumas medidas podem diminuir o risco de você adquirir uma conjuntitivite, que são:

  • Não use maquiagem de outras pessoas (e nem empreste as suas)
  • Evite compartilhar toalhas de rosto
  • Lave as mãos com frequência e não coloque-as nos olhos
  • Use óculos de mergulho para nadar, ou óculos de proteção se você trabalha com produtos químicos
  • Não use medicamentos (pomadas, colírios) sem prescrição (ou indicados para outra pessoa)
  • Evite nadar em piscinas sem cloro, ou em lagos

Atenção!  


Se ocorrer algum destes problemas, contate seu médico:


  • Alterações visuais
  • Dor ocular intensa
  • Dor ao movimentar os olhos
  • Febre
  • Não melhoria com a medicação
  • Secreção contínua após o término da medicação
  • Aumento da sensibilidade à luz

 

BROTOEJAS


A brotoeja – chamada pelos médicos de miliária – é uma erupção cutânea que afeta bebês e crianças pequenas. 


É causada pelo suor profuso, aliado à glândulas sudoríparas obstruídas e inflamadas. Devido à obstrução e a inflamação, o suor não chega à superfície da pele, ficando retido e causando irritação,frequentemente com coceira. 


A brotoeja é comum após a queimadura do sol, num dia quente e úmido, com febre ou como resultado de calor excessivo proveniente do excesso de roupas ou um ambiente superaquecido.


A erupção cutânea é caracterizada por áreas vermelhas, com pequenas vesículas no centro. Essa erupção cutânea pode aparecer no rosto, pescoço, ombro, barriga ou peito. Pode coçar e “pinicar”.


Tratamento convencional:



O tratamento de brotoeja objetiva o conforto, principalmente ao refrescar e secar a área afetada. Banhos, roupas frescas e a prevenção de condições que provavelmente causem suor são as principais recomendações para a criança com brotoeja. 


Um ambiente com ar-condicionado é muitas vezes útil. Aplicar um creme esteróide, de uso tópico, na área afetada, pode oferecer algum alívio, mas não é tão eficaz para resolver o problema quanto trocar as roupas do seu filho e/ou mudar seu ambiente.


Diretrizes alimentares:
 

Enquanto seu filho tiver essa erupção cutânea, elimine doces e alimentos gordurosos. Esses podem aumentar o calor interno e agravar a erupção cutânea.


Recomendações gerais:
 

Dê, em seu filho, banhos de aveia para refrescar a pele e aliviar a coceira. Seque a pele com tapinhas suaves, e não com esfregões vigorosos. 


Não aplique qualquer loção ou pomada perfumada na pele. Podem piorar a situação. Vista seu filho com roupas frescas, de fibra natural e arejadas.


Prevenção:
 


Evite que seu filho saia com muita roupa, principalmente em dias quentes. Se ele for propenso à brotoejas, experimente mantê-lo o mais fresco possível, principalmente no verão. Sempre que possível, faça com que evite atividades que façam suar muito.


Fonte:Labormed 

 

Vai viajar de avião? Veja algumas informações para as pessoas com deficiência e idosos

 

As férias chegaram e muitas pessoas estão saindo de viagem, por isso o post de hoje trás algumas informações para as pessoas com deficiência e idosos.

Aproveitem e tenham um boa viagem!!
 
Pessoas com deficiência


Os passageiros com deficiência podem contar com com assistência durante as viagens aéreas, nos aeroportos e nos aviões.


A maioria dos serviços que podem ser usados pelas pessoas com deficiência é gratuito. As informações abaixo são apenas uma lista dos dados mais importantes sobre o transporte aéreo. Informações detalhadas sobre o transporte de pessoas com deficiência são, naturalmente, disponíveis nos regulamentos das companhias aéreas.


Todas as facilidades para os passageiros com deficiência ou com mobilidade reduzida devem obedecer à norma NBR – 14273: Acessibilidade à Pessoa Portadora de Deficiência no Transporte Aéreo Comercial.


A maioria das companhias aéreas oferece os seguintes cuidados especiais para pessoas com deficiência:


- assistência no embarque e desembarque;
- assistência no armazenamento da bagagem;
- assistência no portão de saída;
- utilização de uma cadeira de rodas.


A pessoa com deficiência a viajar sozinha deve ser capaz de fazer o seguinte:


- usar o banheiro de forma independente;
- comer uma refeição sozinha;
- aplicar a medicação apropriada sozinha;
- usar a máscara de oxigênio independentemente.


No caso que nível de deficiência não permita a realização de quaisquer dos pontos acima, o passageiro deve ser acompanhado por outra pessoa que tenha mais do que 16 anos e esteja fisicamente apta.


A posse de um atestado médico adequado confirmando a possibilidade de viajar é necessário:


- no caso de uma deficiência mental, quando o passageiro não é acompanhado por outro passageiro;
- se o estado de saúde e/ou o nível de deficiência não é estável;
- no caso de transporte de seringas cheias ou medicamentos líquidos;
- no caso de uma doença ou cirurgia recente.


Um modelo do certificado, se necessário, é geralmente proporcionado pela companhia aérea. Deve ser preenchido pelo médico da pessoa com deficiência e, em seguida, passado para a empresa. 


Algumas companhias aéreas oferecem descontos para pessoas com deficiência em determinadas rotas.


Lembre-se!


- por razões de segurança, as companhias aéreas limitam o número de pessoas deficientes a bordo, que deve ser de três a cinco passageiros, dependendo da rota e da transportadora. Nesse número estão incluídos passageiros com deficiência viajando com a ajuda de outro passageiro. Por isso, é importante que a reserva seja feita antecipadamente, fornecendo as informações detalhadas sobre a deficiência diretamente para a companhia aérea.
- os passageiros com deficiência, por causa de regulamentos de segurança, não podem ocupar certos assentos na aeronave (por exemplo, ao lado das saídas de emergência). Os funcionários do voo ajudarão aos passageiros a ocupar as posições.
- antes da partida, as pessoas com deficiência devem consultar a opinião do médico sobre a possibilidade de viajar na dada rota.


Notificação da companhia sobre a deficiência do passageiro:


- notifique as companhias aéreas sobre a viagem de uma pessoa com deficiência, pelo menos, 48 ​​horas antes da partida programada.
- dê informações sobre a necessidade de suprimento de oxigênio, marca-passo implantado, medicamentos transportados, etc.

 
O transporte de cadeiras de rodas


Companhias aéreas permitem que se leve a sua própria cadeira de rodas para a viagem. Nem sempre há possibilidade de levá-la a bordo do avião, devido ao espaço limitado. 


Se a cadeira exceder o tamanho que permita a livre passagem na aeronave, deverá ser despachada gratuitamente como bagagem, e as companhias aéreas oferecem uma cadeira de tamanho adequado dentro do avião.


No caso de o viajante levar a sua própria cadeira de rodas, é recomendável informar sobre o peso e tamanho, bem como se é dobrável. Se a cadeira de rodas é movimentada por um motor elétrico, algumas companhias aéreas podem recusar o transporte, ou podem ser necessárias medidas de segurança adicionais no compartimento de bagagem.


No caso de cadeiras de rodas elétricas é necessário fornecer informações sobre movimentação por baterias secas ou baterias de eletrólito líquido. No caso desse último, não será possível levar a cadeira a bordo do avião.


As companhias, além de cadeiras de rodas, levam gratuitamente muletas, andadores e bengalas.


Uma cadeira de rodas adequada pode ser fornecida gratuitamente também no aeroporto. Em caso de pedido prévio, a cadeira estará numa seção de assistência especial no aeroporto.


Para obter informações detalhadas sobre as companhias aéreas, os tipos de deficiência e as regras relativas ao transporte de cadeiras de rodas ou outros equipamentos de auxilio à mobilidade, verifique nos sites das companhias aéreas.


As pessoas idosas


As empresas oferecem, na maioria dos casos, serviço especial para a terceira idade durante a viagem. 


Dependendo da companhia aérea, se pode contar com ajuda para idosos no check-in, salas de espera especiais nos aeroportos de trânsito, ajuda no processo de escala, no embarque e durante a ocupação do lugar no avião.


Para idosos com dificuldades de locomoção ou que sofrem de doenças, há o fornecimento de uma cadeira de rodas, que possibilitará superar longas distâncias em aeroportos de transferência.


Reserva de bilhetes


A notificação da necessidade de atenção adequada para idosos deve ser feita no momento da reserva, ou logo depois de fazê-la. Se já reservou uma passagem online, por favor, notifique à companhia aérea


Se uma pessoa idosa é obrigada a viajar sozinha, forneça informações durante a conversa com o agente, por exemplo: as línguas que o passageiro da terceira idade fala, as suas possíveis doenças e suas preferências quanto ao tipo de refeição. 


Todas as informações importantes devem ser comunicadas à companhia aérea e aos funcionários do check-in. Assim, complicações e surpresas desagradáveis são evitadas, tanto ​​no aeroporto, quanto no avião.


Lembre-se!


- assegure que o tempo entre os voos esteja devidamente adaptado para as possibilidades de circulação de uma pessoa da terceira idade, em caso de escalas.
- os idosos devem chegar ao aeroporto com antecedência suficiente.
- antes da viagem, os idosos devem consultar um médico quanto às possíveis contraindicações, e levar os medicamentos adequados em sua bagagem de mão.
- por causa da temperatura do ar condicionado durante o voo, idosos devem estar devidamente agasalhadas.
- é também aconselhado aos idosos fazerem exercícios simples e mudarem frequentemente de posição, bem como consumir quantidades adequadas de líquidos durante o voo, o que reduzirá o risco de trombose.


Isenção e desconto em passagens para idosos


Atualmente, o Decreto 5.934/06 prevê descontos e, até mesmo, passagens gratuitas para idosos em transportes rodoviários, ferroviários e aquaviários


Porém, este decreto ainda não abrange os transportes aéreos. Por isso, as companhias aéreas não trabalham com descontos e isenção para idosos.


O projeto de lei nº 482 de 2011, do Senador Vital do Rego, segue processo de votação na Câmara dos Deputados. Se aprovado, o decreto se estenderá para viagens de avião, e idosos acima de 60 anos e renda inferior a dois salários mínimos terão direito a descontos a partir de 50% e, até mesmo, assentos gratuitos em voos nacionais. Por enquanto, não há tarifas promocionais, isenção ou desconto para idosos.


Fonte: E-Destinos de Viagens




Piauí terá seu próprio estatuto da pessoa com deficiência



O projeto de Lei da deputada federal Rejane Dias (PT), que cria o estatuto da pessoa com deficiência no Estado do Piauí, foi aprovado na Assembleia Legislativa e deve seguir para sanção do governador Zé Filho (PMDB). 


A medida é considerada histórica para a categoria, já que o Piauí vai ser o segundo Estado do país a ter seu próprio estatuto da pessoa com deficiência.


“É com muita alegria que recebo essa aprovação ao meu projeto, que é resultado de quatro anos de trabalho intenso, contendo mais de 200 artigos que vão versar sobre empregabilidade da pessoa com deficiência, educação inclusiva, um acesso melhor aos serviços de saúde, além do aumento do percentual de cotas para pessoas com deficiência em empresas e concursos públicos”, ressalta Rejane Dias.


Segundo a parlamentar, o Piauí possui quase 30% da população composta por pessoas com deficiência, “por isso não podemos ter um olhar invisível em relação a esse grupo”, reitera Dias, ao comentar que o estatuto foi construído por meio da participação de pessoas com deficiência, que contribuíram com a formulação dos artigos.


Fonte: O Olho


Após acidente, cadeirante cuida da casa e da filha e quer velejar em 2015

símbolo da pessoa com deficiência
Em uma casa no bairro Camaquã, na Zona Sul de Porto Alegre (RS), Leandro Rosa de Oliveira acorda todos os dias cedo para levar a filha Lívia, de quatro anos, à creche de carro. 


Após voltar, põe roupas para lavar na máquina, varre a casa e prepara o almoço. 


A rotina parece simples, não fosse um detalhe: o homem, agente penitenciário aposentado por invalidez, não caminha há mais de quatro dos 32 anos de vida, devido a um acidente de trânsito em 2011. 


Sentado em sua cadeira de rodas na sala de estar da residência, Leandro lembra a importância de realizar tarefas normalmente para sua reabilitação.


"Peço para pessoas com deficiência não deixarem os outros trazerem tudo nas mãos, porque é algo que facilita. É cômodo você estar em casa e receber o almoço, o copo d’água nas mãos. E cada coisa que você deixa fazerem, por mais simples que seja, o corpo deixa de se movimentar e você freia sua reabilitação. Digo para o pessoal não desistir e sempre buscar um recurso, buscar um profissional da área, porque a vida não termina. A vida só termina para quem quer", afirma.


Para 2015, o cadeirante tem mais uma meta: voltar a velejar. Ele já havia praticado a vela adaptada por meio de uma iniciativa gratuita realizada no Iate Clube Guaíba, na Zona Sul de Porto Alegre. 


"Eles têm fisioterapeutas à disposição e uma equipe para locomover você e colocá-lo nas velas e depois saem contigo, com colete salva-vidas e tudo", conta empolgado.


O acidente aconteceu em 2011, quando Leandro ainda trabalhava na Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), tendo como tarefa investigar possíveis delitos cometidos dentro de prisões em todo o estado. 


Ele viajava de carro com um colega na BR-290 em Alegrete, na Fronteira Oeste, quando o veículo, a 150 km/h, colidiu com uma carreta. 


O motorista morreu, e ele foi auxiliado por um agricultor que passava pelo local e atendido às pressas por um médico argentino que havia parado na estrada. 


O condutor da carreta chegou a ficar hospitalizado, mas se salvou. "Só sei disso porque ele relatou. Eu não lembro, porque a pancada na cabeça me deu traumatismo e apagou umas duas horas de memória", conta.


Após o acidente, Leandro ouviu dos médicos que não poderia mais caminhar. Foi submetido a uma cirurgia "apenas para poder sentar". O golpe só não foi mais duro que a reação da filha ao vê-lo no hospital. 


 "O que mais me doeu foi quando ela chegava ao hospital bebê, no colo dos outros, olhava pra mim e não queria chegar perto. Eu estava com aparelhos ligados ao meu corpo e ela não me reconhecia" , disse.


Após sair do hospital, Leandro foi encaminhado para o Centro de Reabilitação de Porto Alegre (Cerepal) e, posteriormente, para a AACD, entidade que atende pessoas com deficiência. 


"Lá eu tive meus 11 meses de muita descoberta e evolução. Comecei a ver que um cadeirante poderia seguir a vida normalmente", contou.


Em meio à reabilitação, se separou da ex-mulher. Leandro, no entanto, garante que o fim do relacionamento não foi consequência do acidente. "O casamento já não ia bem mesmo", diz. 


Da união que fora interrompida, surgiu a grande motivação para seguir em frente. A guarda da pequena Lívia é compartilhada, mas Leandro aproveita o tempo livre para tomar conta da filha, que dorme ora com o pai, ora com a mãe.


Enquanto o pai supera as limitações para tomar conta da filha, a pequena Lívia retribui ajudando em tarefas simples, desde recolher prendedores de roupa que caem pelo chão até carregar o carrinho de compras. 


"E ai de mim se não deixar. Já me senti constrangido em supermercados, pois ela pega o carrinho da minha mão e vai levando. O pessoal fica me olhando e eu digo que, se eu tirar o carrinho dela, arrumo briga. Ela vai empurrando até pesar. Quando pesa, me entrega. Ela é um anjo".


A força de vontade é tanta que Leandro já contrariou uma projeção dos médicos. Após ouvir que nunca se levantaria da cadeira de rodas, ele foi procurado por uma especialista em reabilitação de pacientes com lesão medular. Cerca de um ano depois de dar início ao tratamento, ele já caminha com a ajuda de um andador.


"Ainda uso bastante a cadeira, pelo fato de cozinhar, pois se eu chego perto do fogão com o andador, corro o risco de cair e me queimar. 


Mas eu saía sempre em meu carro adaptado com a cadeira. Hoje não, eu saio com o andador, porque eu chego nas casas e consigo ir ao banheiro, e chegar a outros cômodos, pois muitas casas são limitadas para cadeira. Hoje dou valor por poder estar no andador", afirma.


Se a pequena Lívia faz com que Leandro se sinta motivado a dar sequência à sua reabilitação, a fé em Deus é o principal alicerce ao qual ele se apoia. 


Em meio a tantas tarefas, não deixa de ler a Bíblia. Uma vez por semana, participa de cultos e grupos de estudos religiosos. 


A crença no cristianismo já existia, mas se fortaleceu quando o ex-agente penitenciário ainda estava no leito do hospital após o acidente e um homem foi falar com ele, para pregar a religião evangélica. 


Em meio à conversa, Leandro descobriu que se tratava de um velho conhecido. Os dois serviram juntos ao Exército em 2001 em Bagé, na Região da Campanha. Para ele, não foi uma simples coincidência. "A partir dali eu decidi entregar a minha vida para o Senhor".


Em meio a tantos afazeres, Leandro ainda encontra tempo para defender sua classe. Ele explica que, ao se aposentar por invalidez devido a um acidente de trabalho, obteve o direito de receber um salário equivalente à maior remuneração que poderia alcançar se a carreira não tivesse sido abreviada. 

Como era da categoria A, a primeira após o funcionário ingressar na Susepe, receberia o valor da categoria E, a última a ser atingida.


Porém, uma lei que vigora desde maio de 2013 não prevê este benefício, o que reduziu a remuneração de Leandro. 


"Cada um dos poucos aposentados por invalidez da Susepe ficou recebendo de acordo com a classe em que estava. Eu sou o mais prejudicado, porque meu salário ficou como se eu recém tivesse ingressado no estado", argumenta.


Mas se acomodar não é da índole de Leandro, que fez contato com o Sindicato dos Servidores Penitenciários do Rio Grande do Sul (Amapergs) e com os demais aposentados na mesma situação que ele para tentar reverter a situação. 


Há duas semanas, pouco antes do recesso parlamentar, esteve na Assembleia Legislativa para acompanhar uma sessão que poderia terminar com a aprovação de uma emenda prevendo a volta do benefício. 


Apesar de não ter tido sucesso na empreitada, ouviu de deputados governistas e oposicionistas – papéis que se inverterão a partir da posse de José Ivo Sartori (PMDB) em janeiro – o compromisso com sua causa.


Sendo nas galerias da Assembleia Legislativa, em um barco à vela, no caminho da creche da filha ou na cozinha da própria casa, Leandro ensina uma lição não apenas para os cadeirantes, mas para os seres humanos: é preciso superar obstáculos para sentir-se vivo.


Fonte: G1



26 de dez de 2014

O que abre e fecha nos feriados de Natal e Ano Novo em SP



Com a chegada do Natal e do Ano-Novo, muitos estabelecimentos e serviços alteram seus horários. Bancos, mercados municipais e atrações culturais funcionam a cada dia em horários especiais e, para não perder nada nas últimas semanas do ano, preparamos a lista do que abre e fecha em São Paulo nas semanas do Natal e do Ano-Novo.


Bancos


As agências não abrem nos dias 25 e 31 de dezembro e no dia 1º de janeiro.  A  Federação Brasileira de Bancos (Febraban) Federação ressalta que 30 de dezembro será o último dia do ano para quem optar em realizar transações financeiras nas agências bancárias.


Na véspera do Natal (24/12), os bancos estabelecerão horários especiais, que garante ao público um atendimento mínimo de duas horas. Em São Paulo, o atendimento ao público será realizado das 9h às 11h.


Contas de consumo 



A Febraban destaca que as contas de consumo (água, luz, telefone e TV a cabo, por exemplo) e os carnês que vencerem nas datas em que os bancos estiverem fechados poderão ser pagos no próximo dia útil (26/12 e 02/01) sem a incidência de multa. 


Normalmente, os tributos já estão com a data ajustada para o calendário de feriados (federais, estaduais e municipais). 



Metrô


Com a chegada do Natal e do Ano-Novo, muitos estabelecimentos e serviços alteram seus horários. Bancos, mercados municipais e atrações culturais funcionam a cada dia em horários especiais e, para não perder nada nas últimas semanas do ano, preparamos a lista do que abre e fecha em São Paulo nas semanas do Natal e do Ano-Novo.


Mercados municipais



Os mercados administrados pela prefeitura de São Paulo obedecerão horários especiais nas semanas de Natal e Ano-Novo.


Confira o que Abre e Fecha no Feriado de Natal e  Ano Novo e o Horário de Funcionamento dos Estabelecimentos em SP


Mercado                                    
Dia                                     
Horário de funcionamento
Paulistano
24/12/2014
Aberto das 06h00 às 16h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 06h00 às 18h00
27/12/2014
Aberto das 06h00 às 18h00
28/12/2014
Aberto das 06h00 às 16h00
31/12/2014
Aberto das 06h00 às 16h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
FECHADO
03/01/2015
Aberto das 06h00 às 18h00
04/01/2015
Aberto das 06h00 às 16h00
Kinjo Yamato (Cantareira)
24/12/2014
Aberto das 03h00 às 15h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 03h00 às 16h00
27/12/2014
Aberto das 03h00 às 16h00
28/12/2014
Aberto das 03h00 às 13h00
31/12/2014
Aberto das 03h00 às 13h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
FECHADO
03/01/2015
Aberto das 03h00 às 15h00
04/01/2015
FECHADO
Guaianases
24/12/2014
Aberto das 08h30 às 19h30
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 08h30 às 19h30
31/12/2014
Aberto das 08h30 às 17h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
FECHADO
03/01/2015
FECHADO
04/01/2015
FECHADO
Ipiranga
24/12/2014
Aberto das 08h00 às 17h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 08h00 às 19h00
31/12/2014
Aberto das 08h00 às 15h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
FECHADO
Lapa
24/12/2014
Aberto das 08h00 às 14h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 08h00 às 19h00
31/12/2014
Aberto das 08h00 às 14h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
FECHADO
Penha
24/12/2014
Aberto das 08h00 às 16h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 08h00 às 19h00
31/12/2014
Aberto das 08h00 às 16h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
FECHADO
São Miguel
24/12/2014
Aberto das 08h00 às 17h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 08h00 às 19h00
31/12/2014
Aberto das 08h00 às 17h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
FECHADO
03/01/2015
FECHADO
Sapopemba
24/12/2014
Aberto das 08h00 às 18h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 08h00 às 19h00
31/12/2014
Aberto das 08h00 às 16h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
FECHADO
03/01/2015
FECHADO
04/01/2015
FECHADO
Tucuruvi
24/12/2014
Aberto das 07h30 às 16h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 08h00 às 19h00
31/12/2014
Aberto das 07h30 às 14h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
FECHADO
03/01/2015
FECHADO
04/01/2015
FECHADO
05/01/2015
FECHADO
Vila Formosa
24/12/2014
Aberto das 08h00 às 17h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 08h00 às 19h00
31/12/2014
Aberto das 08h00 às 16h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
FECHADO
Teotônio Vilela
24/12/2014
Aberto das 06h00 às 16h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 07h00 às 19h00
31/12/2014
Aberto das 06h00 às 16h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
Aberto das 07h00 às 19h00
Central Leste
24/12/2014
Aberto das 07h00 às 19h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 07h00 às 19h00
31/12/2014
Aberto das 07h00 às 19h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
Aberto das 07h00 às 19h00
Pirituba
24/12/2014
Aberto das 07h00 às 18h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 07h00 às 21h00
31/12/2014
Aberto das 07h00 às 18h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
Aberto das 07h00 às 21h00
Santo Amaro
24/12/2014
Aberto das 08h00 às 16h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 08h00 às 19h00
31/12/2014
Aberto das 08h00 às 14h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
FECHADO
Pinheiros
24/12/2014
Aberto das 08h00 às 15h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 08h00 às 19h00
31/12/2014
Aberto das 08h00 às 15h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
Aberto das 08h00 às 19h00

Sacolão                                    
Dia                                      
Horário de funcionamento   
Butantã
24/12/2014
Aberto das 07h00 às 15h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 07h00 às 19h00
31/12/2014
Aberto das 07h00 às 15h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
Aberto das 07h00 às 19h00
Jaguare
24/12/2014
Aberto das 07h00 às 15h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 07h00 às 18h00
31/12/2014
Aberto das 07h00 às 15h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
Aberto das 07h00 às 18h00
João Moura
24/12/2014
Aberto das 08h00 às 14h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 08h00 às 14h00
31/12/2014
Aberto das 08h00 às 14h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
Aberto das 08h00 às 14h00
Rio Pequeno
24/12/2014
Aberto das 07h00 às 19h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 07h00 às 19h00
31/12/2014
Aberto das 07h00 às 19h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
Aberto das 07h00 às 19h00
Lapa
24/12/2014
FECHADO
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
FECHADO
31/12/2014
FECHADO
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
FECHADO
03/01/2015
FECHADO
04/01/2015
FECHADO
05/01/2015
FECHADO
06/01/2015
FECHADO
07/01/2015
FECHADO
08/01/2015
FECHADO
Santo Amaro
24/12/2014
Aberto das 07h00 às 12h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 07h00 às 12h00
31/12/2014
Aberto das 07h00 às 12h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
FECHADO
São Miguel
24/12/2014
Aberto das 08h00 às 17h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 08h00 às 19h00
31/12/2014
Aberto das 08h00 às 17h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
FECHADO
Cohab Adventista
24/12/2014
Aberto das 07h00 às 17h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 07h00 às 21h00
31/12/2014
Aberto das 07h00 às 17h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
Aberto das 07h00 às 21h00
Freguesia do Ò
24/12/2014
Aberto das 07h00 às 15h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 07h00 às 19h00
31/12/2014
Aberto das 07h00 às 15h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
Aberto das 07h00 às 19h00
Estrada do Sabão
24/12/2014
Aberto das 07h00 às 15h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 07h00 às 18h00
31/12/2014
Aberto das 07h00 às 15h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
Aberto das 07h00 às 18h00
Jaragua
24/12/2014
Aberto das 08h00 às 18h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 08h00 às 18h00
31/12/2014
Aberto das 08h00 às 18h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
Aberto das 08h00 às 18h00
City Jaragua
24/12/2014
Aberto das 08h00 às 19h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 08h00 às 19h00
31/12/2014
Aberto das 08h00 às 19h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
Aberto das 08h00 às 19h00
Avanhandava
24/12/2014
Aberto das 07h00 às 19h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 07h00 às 20h00
31/12/2014
Aberto das 07h00 às 19h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
Aberto das 07h00 às 20h00
Bela Vista
24/12/2014
Aberto das 07h00 às 16h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 07h00 às 19h00
31/12/2014
Aberto das 07h00 às 16h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
Aberto das 07h00 às 19h00
Brigadeiro
24/12/2014
Aberto das 07h00 às 15h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 07h00 às 18h30
31/12/2014
Aberto das 07h00 às 15h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
Aberto das 07h00 às 18h30
Piraporinha
24/12/2014
Aberto das 07h00 às 19h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 07h00 às 19h00
31/12/2014
Aberto das 07h00 às 19h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
Aberto das 07h00 às 19h00
Cidade Tiradentes
24/12/2014
Aberto das 08h00 às 18h00
25/12/2014
FECHADO
26/12/2014
Aberto das 08h00 às 18h00
31/12/2014
Aberto das 08h00 às 18h00
01/01/2015
FECHADO
02/01/2015
Aberto das 08h00 às 18h00

* Alguns dias não foram relacionados em determinados estabelecimentos. Para estes, deve-se considerar o horário normal de funcionamento dos equipamentos.


Assistência Social

Os serviços de emergência e acolhida funcionam 24 horas, ininterruptamente: Serviços de Acolhimento Institucional para Crianças e Adolescentes (Abrigos), Centros de Acolhida (antigos albergues) e a Coordenadoria de Atendimento Permanente e de Emergência (CAPE) – 156.



Permanecerão fechados: Loja Social, Centro de Referência de Assistência Social (Cras), Supervisão de Assistência Social (SAS), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e Centros de Referência Especializados de Assistência Social para População em Situação de Rua (Centros Pop).



Cultura


Equipamento:
Funcionamento:
Arquivo Histórico Municipal
Estará aberto apenas nos dias 26, 27 29, 2 e 3 de janeiro

 
Beco do Pinto
Fechado apenas nos dias 24, 25, 29, 31 e 1 de janeiro
Bosques de Leitura
Abertos nos dias 27, 28, 3 e 4 de janeiro
Bibliotecas de bairro
Abertas nos dias 26, 27, 2 e 3 de janeiro
Biblioteca Mario de Andrade
Fechada do dia 19/12 (a partir das 15h) até o dia 6/1
Biblioteca Monteiro Lobato
Aberta nos dias 26, 27, 28, 2, 3 e 4
Biblioteca Álvares de Azevedo
Aberta nos dias 26, 27, 28, 2, 3 e 4
Biblioteca Cora Coralina
Aberta nos dias 26, 27, 28, 2, 3 e 4
Biblioteca Pe. José de Anchieta
Aberta nos dias 26, 27, 28, 2, 3 e 4
Biblioteca Raul Bopp
Aberta nos dias 26, 27, 28, 2, 3 e 4
Biblioteca Viriato Correa
Aberta nos dias 26, 27, 28, 2, 3 e 4
Biblioteca Circulante Mario de Andrade        
Fechada do dia 20/12 a 13/1
Capela do Morumbi
Fechada nos dias 24, 25, 29, 31 e 1 de janeiro
Casa da Imagem (Antiga Casa nº1)
Fechada nos dias 24, 25, 29, 31 e 1 de janeiro
Casa do Bandeirante
Fechada (em reforma)
Casa do Grito
Fechada nos dias 24, 25, 29, 31 e 1 de janeiro
Casa Modernista
Fechada nos dias 24, 25, 29, 31 e 1 de janeiro
Casa do Sertanista
Fechada
Casa do Tatuapé
Fechada nos dias 24, 25, 29, 31 e 1 de janeiro
Centro Cultural São Paulo
Fechado do dia 22/12 a 5/1
Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso                           
Fechado do dia 22/12 a 4/1
Centro Cultural da Penha
Fechado do dia 22/12 a 5/1
Centro da Memória do Circo
Fechado do dia 20/12 a 5/1
Chácara Lane
Fechada todos os dias
Escola Municipal de Bailado
Fechada
Escola Municipal de Iniciação Artística
Fechada
Escola Municipal de Música
Fechada
Galeria Olido
Fechada do dia 20/12 a 5/1
Hemeroteca
Fechada do dia 20/12 a 6/1
Monumento à Independência (Capela Imperial)
Fechado nos dias 24, 25, 29, 31 e 1 de janeiro
OCA (Pavilhão Lucas Nogueira Garcez)
Fechada nos dias 22, 24, 25, 29, 31 e 1 de janeiro
Ônibus Bibliotecas
Funcionarão normalmente todos os dias
Pavilhão das Culturas Brasileiras
Fechado (em reforma)
Ponto de Leitura do Piqueri
Aberto nos dias 26, 27, 28, 2, 3 e 4
Praça das Artes
Fechada nos dias 24, 25 e 31, além do dia 1 até 6/1
Sítio da Ressaca
Fechado nos dias 24, 25, 29, 31 e 1 de janeiro
Sítio Morrinhos
Fechado nos dias 24, 25, 29, 31 e 1 de janeiro
Solar da Marquesa de Santos
Fechado nos dias 24, 25, 29, 31 e 1 de janeiro
Teatro Alfredo Mesquita
Fechado do dia 24/12 a 4/1
Teatro Artur Azevedo
Fechado (em reforma)
Teatro Cacilda Becker
Fechado do dia 24/12 a 4/1
Teatro Décio de Almeida Prado
Fechado do dia 24/12 a 4/1
Teatro Flávio Império
Fechado (em reforma)
Teatro João Caetano
Fechado do dia 24/12 a 4/1
Teatro Leopoldo Fróes
Fechado do dia 24/12 a 4/1
Teatro Martins Penna
Fechado do dia 24/12 a 4/1
Theatro Municipal de São Paulo
Teatro Paulo Eiró
Fechado (em reforma)
Teatro Zanoni Ferrite
Fechado do dia 24/12 a 4/1


Educação


As unidades escolares estarão fechadas no período de 24 de dezembro a 1º  de janeiro. Os Centros Educacionais Unificados (CEUs) não funcionarão nos dias 24, 25 e 31 de dezembro e 1º de janeiro.




Nos demais dias, o funcionamento dos CEUs ocorrerá de segunda-feira a sexta-feira, das 7h às 22h e aos sábados e domingos das 8h às 20h. 



Esportes

Nos dias 24 e 31 de dezembro, os Centros Esportivos funcionarão até às 14h, em esquema de plantão. Depois deste horário todos os clubes ficarão fechados.


Já nos 25 de dezembro e 1º de janeiro, todos os equipamentos da Secretaria Municipal de Esportes ficarão fechados.


Saúde


Nos dias 25 de dezembro e 1º de janeiro, os hospitais e prontos-socorros funcionarão o dia todo, ininterruptamente. 


As AMAs tradicionais abrem de segunda-feira a sábado, inclusive nos dias 24, 25, 31 e 1º de janeiro.  


As AMAs Especialidades e as Unidades Básicas de Saúde (UBS)  fecham nos dias 24 e 25 de dezembro, voltando a atender no dia 26. Elas fecham nos dias 31 e 1º, retomando o atendimento no dia 2 de janeiro de 2015. As AMAs que funcionam 24 horas abrem todos os dias, sem interrupções.


Subprefeituras


As Praças de atendimento não funcionam nos dias 24/12, 25/12 e 31/12 e 1 de janeiro. 


Trabalho


As unidades fixas do Centro de Apoio ao Trabalho não terão expediente nos dias 24, 25 e 31 de dezembro e também no dia 1º de janeiro de 2015. 


As unidades móveis ficarão paradas para manutenção nos dias 22, 23, 24, 25, 26, 29, 30, 31 de dezembro e 1º e 2 de janeiro.


Verde e Meio Ambiente


Os parques, administrados pela SVMA, fecharão uma hora mais cedo nos dias 24 e 31 de dezembro e nos dias 25 de dezembro e 1º de janeiro, abrirão uma hora mais tarde.


Exceto o Parque Tenente Siqueira Campos -  Trianon, que fechará às 21h até o dia 7 de janeiro, por conta da decoração de Natal na Av. Paulista.



Funcionamento dos shoppings

Os shoppings da Grande São Paulo vão funcionar, durante o mês de dezembro, com horário especial para atender a demanda de consumidores que procuram o melhor presente de Natal. Confira abaixo os horários de cada centro comercial, de acordo com a Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop):

Ibirapuera

  •          De 7 a 14, e nos dias 26, 27, 29 e 30, as lojas abrem das 10h às 22h.
  •          Do dia 15 ao dia 21, as lojas funcionam das 10h às 23h e o lojista pode optar em manter o estabelecimento aberto até as 0h.
  •          Nos dias 22 e 23, das 10h às 00h.
  •          Nos dias 24 e 31, o shopping abre das 10h às 18h.
  •          Em 25 de dezembro e 1º de janeiro, a praça de alimentação vai das 11h às 22h, com abertura facultativa de lojas.
  •          No dia 28, a praça de alimentação também vai das 11h às 22h, mas as lojas devem abrir das 14h às 20h. 

Center 3
  •          De 15 a 20 e 22 e 23 de dezembro, as lojas funcionam obrigatoriamente das 10h até às 22h e o lojista pode optar em abrir ou não até às 23h.
  •          No dia 21, as lojas abrirão das 14h às 22h, enquanto a praça de alimentação das 11 às 22h.
  •          Na véspera de Natal, dia 24, o shopping funciona das 10h às 18h.
  •          Nos feriados, 25 de dezembro e 1º de janeiro e no dia 28, as lojas funcionam opcionalmente das 14h às 20h e a praça de alimentação, também a critério do lojista, das 12 às 20h.
  •          Nos dias 26, 27 e 29 e 30, o shopping abre no horário normal, das 10h às 22h. No dia 28, as lojas funcionam opcionalmente. No dia 31, o shopping não abre.
Interlagos

  •          Nos dias de 19 a 23, as lojas podem ficar abertas, a critério do lojista, até as 0h.
  •          Nos dias 24 e 31, o shopping permanece aberto até as 18h.
  •          Nos dias 25 de dezembro e 1º de janeiro, a abertura das lojas será facultativa.
  •          No resto dos dias, o horário será normal: das 10h às 22h.
  •          Aos domingos, das 14h às 20h.

Central Plaza Shopping

  •          Nos dias 1º a 6 e 26, 27, 29 e 30, o shopping abre das 10h às 22h.
  •          Nos dias 7 e 28, das 14h às 20h.
  •          No dia 24, das 10h às 18h
  •          Dia 31, das 10h às 16h.
  •          Nos dias 8 a 17 e 21, as lojas abrem das 10h às 23h.
  •          Nos dias 18, 19, 20, 22 e 23, das 10h às 24h.
  •          Nos feriados, 25 de dezembro e 1º de janeiro, a abertura é facultativa das 14h às 20h.

União Osasco
 


  •          Dos dias 19 a 23, das 10h às 24h.
  •          No dia 24, das 9h às 18h.
  •          Nos dias 25 de dezembro e 1º de janeiro, a abertura das lojas será opcional das 14h às 20h.
  •          No dia 28, das 11 às 20h
  •          No dia 31, das 10h às 16h.


Jardim Sul

  •          O Shopping fará horário estendido entre os dias 12 e 23 de dezembro. De segunda a sábado vai abrir das 10h às 23h e aos domingos das 12h às 22h.

Granja Vianna

  •          Entre os dias 19 e 23 de dezembro, exceto domingo (21), as lojas abrem das 10h às 23h.

Mooca Plaza

  •          De 19 a 23, o shopping abre das 10h às 24h.

Villa Lobos

  •          Nos dias 22 e 23, das 9h às 23h.

Tamboré

  •          Nos dias 22 e 23 de dezembro, as lojas funcionam das 10h às 00h.

Metrô Santa Cruz

  •          O shopping fará horário estendido entre os dias 8 e 23 de dezembro. De segunda a sábado das 9h às 23h e, aos domingos, das 10h às 22h.

Morumbi Shopping
 


  •          Nos dias 22 e 23, das 9h às 00h.
  •          Na véspera de Natal, funcionará das 9h às 18h.
  •          No Dia 31, vai das 10h às 16h.
  •          Nos dias 25 de dezembro e 1º de janeiro as lojas ficam fechadas e os restaurantes são de abertura facultativa.


Complexo Tatuapé
  •          Nos dias 22 e 23, das 10h às 23h.
  •          No dia 24, das 9h às 18h - a praça de alimentação funcionará das 11h às 15h.
  •          Nos dias 25 de dezembro e 1º de janeiro, as lojas ficarão fechadas e os restaurantes têm abertura opcional.
  •          No dia 31, o shopping funciona das 10h às 18h.

West Plaza

  •  
  •          Nos domingos 7,14 e 21, das 10h às 22h.
  •          De 19 a 23, as lojas das 10h às 23h, sendo opcional ao lojista abrir até meia-noite.
  •          No dia 24, das 10h às 18h,
  •          No dia 31 fecha às 16h.
  •          No dia 25 e no dia 1º de janeiro, a abertura é opcional.

Pátio Higienópolis

  •     Dos dias 8 a 23, das 10h às 23h e, nos domingos, das 10h às 22h.
  •          No dia 24, das 10h às 18h.
  •          De 26 a 30, horário normal do shopping: de segunda a sábado das 10h às 22h e, no domingo, das 14h às 20h.
  •          No dia 31, das 10h às 16h.
  •          No dia 25 de dezembro e 1º de janeiro, a abertura das lojas é opcional das 14h às 20h.

Center 

  •          De 15 a 23, das 10h às 0h.
  •          Nos dias 26, 27, 29 e 30, das 10h as 22h.
  •          No dia 28, das 14h às 20h.
  •          Nos dias 24 e 31, das 10h às 18h.
  •          Nos feriados 25 de dezembro e 1º de janeiro, a abertura das lojas será facultativa.

Pátio Paulista

  •          No dia 24, as lojas abrirão às 9h e fecharão às 18h.
  •          Nos dias 26, 27, 29 e 30, das 10h às 22h.
  •          No dia 31, das 10h às 15h.
  •          Nos dias 25 de dezembro e 1º de janeiro, as lojas ficarão fechadas e os restaurantes tem abertura opcional.

Vila Olímpia

  •  Do dia 13 a 23, das 10 às 23h.
  •          Nos domingos 7, 14 e 21, das 12h às 22h.
  •          No dia 24, das 11h às 18h.
  •          No dia 31, das 10h às 16h.
  •          Nos feriados 25 de dezembro e 1º de janeiro, a abertura das lojas é facultativa.

Cidade Jardim

  •      De 13 a 23 de dezembro, as lojas abrirão das 10h às 23h
  •          No dia 24 e no dia 31, ficarão abertas das 10h às 16h.
  •          Nos dias 25 de dezembro e 1º de janeiro, a abertura das lojas é opcional das 14h às 20h.
JK Iguatemi

  •          Dia 20, das 10h à meia noite.
  •          Nos domingos 14 e 21, das 10h às 22h.
  •          No dia 24, das 10h às 18h
  •          Dia 31, das 10h às 16h.
  •          Dia 25 e no dia 1º, das 14h às 20h.
Santana Parque

  •   De 12 a 18 de dezembro, as lojas funcionarão das 10h às 23h.
  •          De 19 a 23, das 10h à meia noite.
  •          No dia 24, fecha mais cedo, vai das 10h às 18h.

Continental

  •          Dos dias 15 a 23, a lojas ficarão abertas das 10h às 23h.
  •          No dia 24, das 10h às 18h.

Golden Square

  •    Nos dias 8 a 13, 15 a 19 e 21 a 22, o Shopping funcionará das 10h às 23h.
  •          No dia 14, das 10h às 22h.
  •          Nos dias 20 e 23, as lojas ficarão abertas das 10h à meia noite.
  •          Dia 24, o Shopping vai das 9h às 18h.

Frei Caneca

  •    De 13 a 23, das 10h às 23h.
  •          No dia 24, das 9h às 18h.
  •          De 26 a 30 de dezembro, funcionará no horário normal.
  •          No dia 31, das 9h às 15.
  •          Nos feriados 25 de dezembro e 1º de janeiro, a abertura é facultativa às 12h.

Shopping D
 

  •          De 21 a 23, das 10h às 23h, mas os lojistas podem optar por manter a loja aberta até à meia noite.
  •          Nos dias 24 e 31, o Shopping ficará aberto das 10h às 18h.
  •          De 26 a 30 de dezembro, o horário é normal: 10h às 22h.
  •          Nos feriados, as lojas abrem das 14h às 20h.


Tietê Plaza

  •          De 12 a 23 de dezembro, de segunda a sábado, o shopping funciona das 10h às 23h.
  •          Nos domingos, dias 14 e 21, das 10h às 22h.
  •          No dia 24, das 9h às 18h.
  •          No dia 31, das 10h às 16h.
  •          Nos dias 25 e 1º, o shopping não vai abrir.