30 de nov de 2016

Prêmio Global reconhece Melhores Empresas para Trabalhadores com Deficiência



A Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York, será o cenário da entrega do Prêmio “Reconhecimento Global Boas Práticas para Trabalhadores com Deficiência”, no dia 2 de dezembro. 


Realizado pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo, visa dar reconhecimento público internacional às boas práticas das empresas na inclusão e inserção dos profissionais com deficiência no mercado de trabalho.


A entrega do Prêmio será na ONU, em comemoração ao 10º aniversário da Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, importante instrumento jurídico, com status, no Brasil, de emenda constitucional, que garante e amplia direitos ao segmento das pessoas com deficiência


Os finalistas receberão a premiação das mãos da Secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo, Dra. Linamara Rizzo Battistella.


O objetivo do reconhecimento público é estimular as empresas a aumentar, em seu quadro de profissionais, os trabalhadores com deficiência, por meio de estratégias de criação e manutenção participativa, produtivas e igualitária em seu ambiente de trabalho, com contribuições substantivas no contexto de uma economia forte e sustentável, pautada em valores humanos.


Participam da premiação as empresas selecionadas e inscritas no PrêmioMelhores Empresas para Trabalhadores com Deficiência”, iniciativa da Secretaria, realizado nos anos de 2014 e 2015. 


As vencedoras, finalistas e também as demais empresas que participaram da edição estadual foram convidadas a participar do “Reconhecimento Global Boas Práticas para Trabalhadores com Deficiência”.


O custo para participação da cerimônia de entrega do Prêmio, nos Estados Unidos, ficou a cargo das próprias empresas.  


As finalistas receberão simbolicamente um troféu, o reconhecimento de suas estratégias de inclusão profissional e divulgação em publicações em inglês e espanhol, divulgadas pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo.


O Prêmio conta com a Assessoria Especial para Assuntos Internacionais do Governo do Estado de São Paulo, da consultoria i.Social e suporte do UN Global Compact, além de parcerias com agências internacionais como a FRAmericas, ICCC, IDA, RIADIS, PNUD e Rede Brasil do Pacto Global.


Também conta com o apoio de representações diplomáticas sediadas no Estado de São Paulo e de suas Câmaras de Comércio Exterior, especialmente dos países que tem legislação específica voltada à empregabilidade de pessoas com deficiência.


*** 


Prêmio Reconhecimento Global Boas Práticas para Trabalhadores com Deficiência

 

Data: 02 de dezembro de 2016  

Local: Organização das Nações Unidas – ONU  
 
Mais informações: http://pmeri.sedpcd.sp.gov.br


***




29 de nov de 2016

Bourbon Street recebe 9º Encontro dos amigos da Cruz Verde



O Bourbon Street Music Club será novamente palco de uma grande rede de solidariedade em prol da Associação Cruz Verde, instituição referência no atendimento a pessoas com paralisia cerebral grave


A casa receberá o Encontro Anual dos Amigos da Cruz Verde na noite desta quarta-feira dia 30/11.


Mais de 350 participantes são esperados no evento, que incluirá um leilão beneficente com peças exclusivas, além de shows de Roberto Justus e Afonso Nigro.


 
 
 
 

Garoto é desqualificado de prova de natação por nadar rápido demais





Rory Logan é uma garoto de 9 anos do País de Gales, foi desqualificado de uma prova de natação de 50 metros por ter sido o mais rápido na piscina. Ele tem autismo e competia nas regionais das Olimpíadas Especias do país.


Mesmo sendo o menor na competição, Logan chegou em primeiro lugar, com tempo de 53,15 segundos. Mas em vez de ficar com a medalha de ouro, ele ganhou uma faixa de participação.


"Rory veio até mim e disse Mãe, eu não fiz nada de errado. Eu ganhei. O que eu fiz?. Eu fiquei arrasada por ele", disse Briony, a mãe do menino que foi questionar os organizadores do evento o que tinha acontecido 


"Disseram que ele tinha sido desqualificado porque nadou rápido demais. A decisão era irrevogável. Aparentemente, você não pode ser 15% mais rápido do que era nas baterias, em caso de você estar tentando nadar mais lentamente para ser colocado numa divisão final inferior", disse Briony.


Ao ver Rory tão chateado, Briony diz que pensou em tirá-lo da competição. No entanto, o filho ganhou outros dois ouros: no revezamento e nos 25 metros. 



No próximo ano, ele vai competir no All Ireland Special Olympics.

 



Brasileiro está na lista de jovens inovadores por criar app que traduz português para Libras




Ronaldo Tenório, brasileiro de 30 anos, criador do aplicativo Hand Talk está na disputada lista 35 Innovators Under 35 que é uma lista de 35 pessoas com menos de 35 anos mais inovadores do mundo do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos Estados Unidos. Tenório é o único representando da América Latina desta edição.


O aplicativo é uma plataforma para celulares e tablets que traduz o português para Libras, ajudando as pessoas com deficiência auditiva se comunicarem com pessoas que não sabe a linguagem de sinais.


Um avatar chamado Hugo traduz a fala em linguagem de sinais. A pessoa fala a frase no app e, em seguida, Hugo começa a fazer os sinais e traduz para mensagem de texto ou de voz.


"O aplicativo dá às pessoas com deficiência auditiva a possibilidade de levar um intérprete para todos os lugares", disse o  MIT, na apresentação do app de Tenório. A invenção do brasileiro está na área de Inovações Humanitárias.


No país, mais de 1 milhão de pessoas já utilizam o Hand Talk. O próximo passo de Tenório é deixar o avatar mais parecido com o usuário dando possibilidade de mudar a raça gênero e outras características visuais.




Fonte: Revista Incluir




Debate aborda violação aos direitos de PCDs em Joinville






O Dia Internacional da Pessoa com Deficiência (PCD) é celebrado no dia 3 de dezembro, por instituição da ONU (Organização das Nações Unidas), em 1992. 


Porém, mais de 20 após a primeira celebração da data, ainda há muito que fazer para que os direitos desse público sejam, de fato, efetivados. 


Pensando nisto, a Comissão em Defesa da Pessoa com Deficiência da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) da subseção de Joinville organiza o 1º Fórum de Debates sobre o tema nesta quarta-feira, 30/11


A intenção é identificar quais são os maiores desafios a efetividade dos direitos da pessoa com deficiência na maior cidade catarinense.


“O objetivo é debater as dificuldades que a pessoa com deficiência tem em Joinville. Existem muitas normas que tratam do assunto, mas não há efetividade. As políticas públicas não são voltadas ao cumprimento dessas normas e a sociedade como um todo também não tem conhecimento sobre isso”, explica Adriana dos Santos da Silva, presidente da comissão.

Quatro palestrantes irão abordar diferentes temas relacionados à vivência da pessoa com deficiência na cidade, como os benefícios previdenciários, as dificuldades na inserção da pessoa com deficiência em concursos públicos, os desafios da educação e estrutura escolar para a inclusão do aluno com deficiência e a acessibilidade. 


“Discutindo, a comissão poderá identificar quais as maiores violações para que possamos iniciar o trabalho de fiscalização e acompanhamento no próximo ano”, destaca Adriana.


O evento contará com intérprete de libras e é possível se inscrever pelo site da OAB Joinville ou na chegada ao evento, que começa às 18h30, na sede da entidade (Rua Amazonas, 46). 


Embora as inscrições sejam gratuitas, haverá arrecadação de alimentos não perecíveis para doação à entidade ligada à pessoa com deficiência em Joinville.


Quem são os palestrantes: 


  • Djoni Luiz Gilgen Benedete, - Defensor Público Estadual de Santa Catarina; 
  • Núcleo Regional de Joinville: Jeanine Nascimento, Professora de Educação Especial; 
  • Rodrigo Collares Tejada e Eliza Adir Coppi Leonetti, Defensores Públicos Federais; DPU (Defensoria Pública da União) de Joinville; 
  • Marcus Rodrigues Faust, Presidente do Comde (Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência).
 
 
 
 
 
 
 

2ª Edição da Corrida e Caminhada inclusiva no Ibirapuera neste domingo



O Instituto Olga Kos (IOK), se tornou uma das entidades mais respeitadas de São Paulo sendo reconhecida até pelo Vaticano e a " Inclusão a Toda Prova" Corrida e Caminhada será também um momento de celebrar a solidariedade a favor da inclusão.


O evento será realizado, neste domingo, dia 04/12, em homenagem ao Dia Internacional da Pessoa com Deficiência


A largada da prova será no Parque do Ibirapuera e serão duas opções de percurso: uma de 10km, para corrida, e outra de 6,1km tanto para corrida quanto para caminhada.


Todos os inscritos receberão um kit com:


  • Camiseta;
  • Squeeze;
  • Número de Participação;
  • Chip de Cronometragem. 

Premio de Participação:

 

  • Ao final do percurso, serão entregues troféus aos três primeiros nas categorias masculina e feminina. 
  • Aos demais participantes será entregue uma medalha e um kit com suco ou isotônico, fruta e barra de cereais. 


“As corridas do Instituto Olga Kos já fazem parte do calendário paulistano e essa grande participação de atletas é motivo de orgulho. Na comparação com a prova do ano passado registramos um crescimento impressionante de 50% no número de participantes”, afirma Wolf Kos, Presidente do Instituto Olga Kos de inclusão cultural.


Para saber mais, acesse: www.institutoolgakos.org.br




Fonte: Revista Incluir


28 de nov de 2016

Marcos Mion lança livro em homenagem ao seu filho nesta quarta-feira

O apresentador Marcons Mion, lança nesta quarta-feira dia 30/11 o seu primeiro livro A escova de dente azul em homenagem ao seu filho Romeo que tem Transtorno do Espectro Autista (TEA), na Livraria Cultura, no Shopping Iguatemi, Jardim Europa, em São Paulo (SP) às 18h30. 


Em dezembro do ano passado, Mion publicou em sua página do Facebook o texto: "Lições que aprendi com meu filho autista", contando sobre o presente que o filho pediu de Natal para o Papai Noel, que era a escova de dente azul e foi convidado pela editora Pandas Book a transformar essas liçoes em um livro.


"A informação do quão enriquecedor é a convivência com uma criança autista tem que chegar direto nas crianças, para que se tornem adultos melhores e que nosso filho Romeo, e todas crianças com TEA, vivam num mundo mais consciente, informado e respeitador!", comenta Mion, em sua página no Facebook.




A história é narrada pela cachorra de estimação, Pankeka, que intereje com os leitores de uma forma mais leve e descontraída, além da mãe Suzana e os irmãos. O livro é para crianças a partir de 6 anos e custa R$39,90. 







Fonte: Revista Incluir




25 de nov de 2016

Empresa do ES planeja lançar cão guia robô no país em 2017




Uma empresa capixaba está criando um cão guia robô para auxiliar pessoas cegas que não têm condições de adquirir um animal treinado para ajudá-las no dia a dia. 


A estimativa da companhia é que o equipamento custe até dez vezes menos que um cachorro especializado.


De acordo com a proprietária da empresa, Neide Sellin, a ideia é tornar o cão guia robô mais acessível, já que, segundo ela, um animal treinado chega a custar R$ 50 mil. O equipamento desenvolvido no Espírito Santo custaria até R$ 5 mil.


A solução encontrada pela empresa, o cão guia robô, será usada como um animal, para auxiliar pessoas cegas nos trajetos a pé.


No entanto, o produto criado ainda vai avisar, por meio de uma gravação, que tipo de obstáculo existe a frente, como buracos, postes e poças de água.


De acordo com Neide Sellin, a ideia é que o cão guia robô seja disponibilizado ao mercado já em 2017. A intenção é conseguir financiamento para fabricar mais máquinas.


“Hoje, nós temos uma versão beta que fica com uma pessoa cega que faz os testes e nos dá todos os feedbacks de todas as implementações que estão sendo feitas. Agora, nós estamos captando recursos para desenvolvermos mais dez unidades para deixarmos com outras pessoas”, explicou.


A aposentada Joelva Gomes é quem está testando o protótipo do cão guia robô. Ela conta que está muito satisfeita com o equipamento.





“Eu penso que tem que haver logo uma produção bem grande para que todas as pessoas possam ter. Você pensar que um robô vai poder te dar a liberdade de ir e vir com total segurança é fantástico”, afirmou.


Fila de espera fora do estado


Segundo a empresária Neide Sellin, já existe uma fila de cerca de 400 pessoas de todo o país interessadas em adquirir um cão guia robô. 


A máquina é eletrônica e funciona com bateria que é recarregável, possui cinco rodinhas e uma guia que é segurada pela pessoa com deficiência visual.







Jacques Janine recebe idosos carentes para dia de beleza








Valorizar a beleza da terceira idade, resgatar a autoestima e afastar a sensação de abandono familiar de idosos. 


São esses os objetivos do Mutirão da Beleza, iniciativa social promovida pelo Jacques Janine – primeira rede de salões de beleza da América Latina – em parceria com o Projeto Velho Amigo


Na 19º edição desta ação social, que acontece no dia 28/11, das 9h às 17h, na Académia Jacques Janine no bairro do Jardins, em São Paulo (SP), profissionais voluntários irão se unir para atender gratuitamente 200 idosos carentes com serviços de coloração, corte, escova, manicure, pedicure e maquiagem. 


“Não há como mensurar a importância do projeto Mutirão da Beleza para o Jacques Janine e seus colaboradores. Queremos levar mais cor e beleza para a vida dos participantes e reverberar a solidariedade. Esperamos que esta ação inspire o empresariado para poder transformar vidas e resgatar valores que contribuam para a construção de uma sociedade mais humana e com igualdade de direitos”, explica Diane Goossens, diretora da Académie Jacques Janine. 


O Projeto Velho Amigo é uma associação não governamental e sem fins lucrativos que contribui para o melhor funcionamento de instituições de longa permanência. 


Desde 1999, a instituição assiste cerca de 1.300 pessoas, promovendo ações que fomentam a participação social de homens e mulheres na terceira idade, por meio da educação, do esporte, da cultura, do lazer e da melhoria da qualidade de vida dos idosos, como forma de resgatar a sua dignidade e autoestima. 




Fonte: Revista Incluir


 

Empresa oferece serviços para crianças com TEA e outras síndromes




JUJUBA é uma empresa que oferece serviços e materiais pedagógicos para crianças e adolescentes com dificuldade de aprendizado, autismo (TEA) e outras síndromes.


Com o objetivo de levar informação e aprendizado por meio de serviços e produtos e contribuir para que essas pessoas e suas famílias tenham uma vida mais independente, autônoma e integrada à sociedade, prezando pela acessibilidade, pela conscientização social e pela formação de uma comunidade atuante, unida e acolhedora.


“Tudo começou com um sentimento de gratidão, e depois uma ideia. Pensei: por que em vez de fazer tudo isso somente para minha filha não faço para mais gente? Seria uma forma de agradecer a Deus todas as condições que eu tive de melhorar a qualidade de vida da Ju.”, explica Carol.A, idealizadora do projeto.


Carol percebeu que sua filha Júlia tinha dificuldade de aprendizagem logo nos primeiros anos de vida, buscou ajuda na área de neurologia.  Foram muitos os diagnósticos e o autismo era sempre uma possível resposta para os sintomas, mas nunca a conclusiva. 


Em meio essa busca, ela teve a oportunidade de conviver com grandes especialistas e pesquisadores que a ajudaram, e decidiu dividir sua experiência e seus conhecimentos com outra família através da Jujuba.


A Jujuba não fornece consultoria nem serviços nas áreas médicas ou jurídicas, somente informações gerais sobre autismo, como um serviço à comunidade. 


As informações não substituem as orientações dos profissionais das áreas de saúde, jurídica ou educacional.


Para conhecer os produtos e serviços ou saber mais, acesse: http://www.juju.ba/




Estudantes apresentam curtas sobre inclusão



Com o objetivo de romper preconceitos diante das diferenças e estimular o diálogo sobre a inclusão da pessoa com deficiência dentro das escolas, nasceu o projeto Inclusão na tela: O olhar dos estudantes


A convite da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida (SMPED), seis equipes da Imprensa Jovem, programa da Prefeitura de São Paulo que funciona como agências de notícias formadas por estudantes das escolas municipais de Ensino Infantil e Fundamental, produziram curtas que trazem à tona o debate sobre o tema. Também foram convidadas mais duas escolas que possuem projetos de audiovisual. 


Os vídeos foram exibidos no Cine Olido, centro da capital paulista, seguido de debate sobre a produção do material, que contou com a participação de Dudu Braga, secretário adjunto da Pessoa com Deficiência. 


Para produzir os vídeos, as crianças deram asas à imaginação. Desenvolveram roteiros, gravaram depoimentos, contaram histórias e construíram narrativas baseadas em fatos reais ou ficcionais sobre suas vivências no ambiente escolar. 


A ideia foi dar voz à experiência pessoal das crianças e jovens, com todas suas dúvidas, equívocos e aprendizados. 


“O olhar das crianças sobre esse tema é espontâneo e franco. Elas têm uma sensibilidade muito grande sobre o a importância da integração e sobre as dificuldades que ainda separam as crianças com deficiência dentro da escola”, destaca Marianne Pinotti, secretária Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida.


O evento marcou o início das comemorações do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, celebrado no dia 03/12



Confira um dos vídeos produzidos: https://www.youtube.com/watch?v=uzh_KAlW0v0



 
Fonte: Revista Incluir


Instituições culturais participam da 7ª Virada Inclusiva com programação especial



Instituições da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo participam, nos dias 3 e 4/12, da edição da Virada Inclusiva, iniciativa que realiza atividades culturais, esportivas e de lazer voltadas à inclusão da pessoa com deficiência.


A Virada Inclusiva é coordenada pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência e conta com extensa programação gratuita e acessível para deficientes visuais, auditivos e físicos em todo o Estado de São Paulo.

Confira os detalhes da programação:


Sábado, dia 3


Biblioteca de São Paulo 


Endereço: Av. Cruzeiro do Sul, 2.630 Santana, São Paulo/SP

Telefone: (11) 2089-0800 - http://bsp.org.br

Horário de Funcionamento: terça a domingo e feriados, das 9h30 às 18h30 horas.


***


11h00 às 12h30Oficina de Artes

Por meio do movimento, da música e das artes visuais, os participantes irão produzir desenhos, inspirados na natureza. A atividade contará com audiodescrição para deficientes visuais e pessoas com baixa-visão, além da Língua Brasileira de Sinais, para deficientes auditivos. Indicado para crianças de 6 a 14 anos.


11h00 às 13h00Jogos para todos!

  • Oficina de xadrez: Os participantes aprendem as regras, os movimentos das peças e algumas táticas do xadrez, além de disputar partidas. Pessoas com deficiência visual dispõem de tabuleiros adaptados.

14h30 às 16h30 Sarau na BSP

A atividade, que envolve literatura, canto e poesia, será com o Grupo de Poetas Cantores e Declamadores Independentes de São Paulo.


16h00 Hora do conto

Mirella Estelles e Amarilis Reto narrarão O pássaro encantado, conto de tradição oral.  Atividade será narrada em português, com tradução em Libras.


***

Biblioteca Parque Villa-Lobos 

  
Endereço: Av. Queiroz Filho, 1205 - Alto de Pinheiros, São Paulo (SP) 

Telefone: (11) 3024-2500 - www.bvl.org.br

Horário de Funcionamento: terça a domingo, das 9h30 às 18h30


***

11h00 às 13h00 Segundas Intenções

O convidado do mês, para um bate-papo com o público é o escritor Lira Neto, especialista em biografias. Já escreveu livros sobre diversas personalidades como Castello Branco, Maysa e uma trilogia sobre Getúlio Vargas. O bate-papo será realizado na Oca e terá interpretação em Libras.


15h00 às 17h00Jogos para todos!

Oficina de xadrez: os participantes aprendem as regras, os movimentos das peças e algumas táticas do xadrez, além de disputar partidas. Pessoas com deficiência visual dispõem de tabuleiros adaptados e também podem jogar.


15h30 às 17h00Viagem Gastronômica

A atividade que mistura gastronomia com literatura homenageará o escritor mineiro Guimarães Rosa. No encontro será explorada a genialidade literária do autor sob o olhar dos costumes alimentares dos personagens de sua obra no sertão de Minas Gerais. O programa ainda dá dicas de como preparar os pratos: canjiquinha com costelinha de porco, doce de mamão, doce de goiaba e bom-bocado de mandioca, que os participantes terão a oportunidade de degustar no final da atividade. A atividade terá interpretação em Libras.


16h00 Hora do conto

O Grupo Mãos de Fada narrará Cinderela Surda, de Carolina Ressel, Fabiano Rosa e Lodenir Karnopp. A contação será em Libras com interpretação para o Português.


***

Domingo, dia 4


Museu Afro Brasil


Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, s/n - Parque Ibirapuera - Portão 10 (acesso pelo portão 3) - São Paulo

Telefone (11) 3320-8900 - www.museuafrobrasil.org.br

Horário de funcionamento: de terça-feira a domingo, das 10h às 17h, com permanência até às 18hs.


***

Museu do Futebol


Endereço: Praça Charles Miller, s/nº - Estádio Paulo Machado de Carvalho - Pacaembu - São Paulo-SP

Telefone: (11) 3664-3848 - www.museudofutebol.org.br

Horário de Funcionamento: terça a sexta-feira, das 9h às 17h (Bilheteria até às 16h). Sábados, domingos e feriados das 10h às 18h (bilheteria até às 17h)


*** 

Pinacoteca do Estado de São Paulo


Endereço: Praça da Luz, 02 – Luz, São Paulo – SP

Telefone: (11) 3324-1000 - www.pinacoteca.org.br

Horário de Funcionamento: Quarta a segunda das 10h às 17h30 (com permanência até às 18h)


***

Museu de Arte Sacra de São Paulo


Endereço: Avenida Tiradentes, 676 – Luz, São Paulo – SP

Telefone: (11) 3326.3336 –  www.museuartesacra.org.br

Horário de Funcionamento: De terça a domingo, das 9h às 17h


***

Memorial da Resistência de São Paulo


Endereço: Largo General Osório, 66 – Luz - Auditório Vitae – 5º andar


Horário de Funcionamento: Aberto de quarta a segunda (fechado às terças), das 10 às 18h.

 ***

Para conhecer a programação cultural de todo o estado, acesse a plataforma SP Estado da Cultura www.estadodacultura.sp.gov.br.


***

Fonte: Revista Incluir