28 de mar de 2013

Acessibilidade MAM promove a 3ª Semana Sinais na Arte

Sigla MAM
Pioneiro no processo de acessibilidade do público surdo aos museus e instituições culturais, o Museu de Arte Moderna de São Paulo promove entre 1º e 6 de abril a terceira edição da Semana Cultural Sinais na Arte, com uma programação inteiramente gratuita que interliga as culturas surda e ouvinte e mostra como a cultura surda já é parte integrante da cena de São Paulo e do mundo. 

O MAM conta com a programação de instituições parceiras, como o Itaú Cultural, a Pinacoteca do Estado, o CCBB e o Museu AfroBrasil (programação completa abaixo).

Na abertura (1º de abril, segunda-feira), às 10h, será realizada a oficina Sinais na Arte, com o artista Stephan Doitschinoff, conhecido também como Calma


Ele tem uma vasta iconografia em seus trabalhos em que se apropria de sinais manuais de diversas culturas, como os mudrás indianos, e estabelecerá relações entre a língua de sinais e seu trabalho.

A SenCity, realizada em parceria com a Skyway Foundation, de Roterdã, encerra a programação no dia 6 de abril (sábado), a partir das 17h, com programação que traz nova edição do projeto Canto Livro no MAM, apresentação de canções e narração de textos traduzidos para Libras (a partir das 17h30), intervenções gastronômicas sensoriais de Jorge Menna Barreto, live set de Mixhell, formado por Laima Leyton, Max Blum e Iggor Cavalera, que faz solo de bateria, aromajóqueis e o show do rapper finlandês surdo Signmark, que também dá uma palestra sobre sua experiência profissional no dia 5 de abril. 

A festa oferece experiências sensoriais por meio de diferentes linguagens artísticas contemporâneas, conectando as culturas dos surdos e dos ouvintes e de participantes de várias partes do globo.

Além de Signmark, outros convidados internacionais realizam atividades especiais para o público surdo e ouvinte, com destaque para o ator e performer britânico Jacob Casselden, que ministra oficina de interpretação. 

O signdancer holandês Serhat Agacan, que se apresenta dançando durante a festa Sencity ao lado de Dewi Latupeirissa (Países Baixos), faz oficina de performance como forma de expressão pessoal. Vindo também da Holanda, o videoartista Mark Ridder faz a projeção dos textos do show de Singmark e videodiscotecagem na Sencity.

Várias outras atividades, como oficina de discotecagem para surdos e ouvintes, oficina de light painting, oficina de grafite, narração de histórias bilíngue (falada e em língua de sinais) e visitas mediadas com experiências sensoriais, serão oferecidas gratuitamente ao público, tanto no MAM quanto nas instituições parceiras.
    
PROGRAMAÇÃO
 
 3ª SEMANA SINAIS NA ARTE – ACESSIBILIDADE MAM

1º abr - segunda-feira
 
10h Oficina Sinais na Arte com o artista Stephan Doitschinoff.
 

14h – Oficina de discotecagem para surdos e ouvintes com a dj Lisa Bueno
 
Ao comando da experiente DJ Lisa Bueno, diretora da escola e-djs (SP), participantes surdos terão a oportunidade de mergulhar no universo da discotecagem.

A ação abordará as técnicas de mixagens, arte da performance, contagem musical, compasso, barra, scratches e repertório.

 
2 abr - terça-feira
 
10hVisita mediada + experiências sensoriais no Jardim de Esculturas
 
10h Narração de história de tradição oral contada em português e libras simultaneamente com Mirela Estelles e Amarilis Reto
 
14h - Visita mediada + experiências sensoriais no Jardim de Esculturas
 
14h Narração de história de tradição oral contada em português e libras simultaneamente com Mirela Estelles e Amarilis Reto
 
14h - Jacob Casselden (Inglaterra) – Oficina sobre a arte de atuar
 
3 abr – quarta-feira
 
10h Oficina de Grafite com Rafael ODRUS

Rafael ODRUS é um artista autodidata que realiza seu trabalho nas ruas do Distrito Federal desde a adolescência. Seu nome ODRUS, surdo escrito de trás para frente, tem tido destaque na arte contemporânea de rua e Rafael viaja por todas as cidades do Brasil, divulgando seu trabalho.

Em 2012 participou da exposição Arte Radical no Espaço Cultural Contemporâneo - ECCO no Distrito Federal em Brasília. A exposição reuniu arte urbana e esportes radicais. Sua arte tem ênfase em letras, com foco em letras para crianças surdas.

 
14h - Oficina de Light Paiting com Karina Bacci

Light painting (pintar com a luz) é uma técnica realizada com a câmera fotográfica, na qual os participantes criam imagens com lanternas.

 
4 abr – quinta-feira
 
10h Oficina de performance com Serhat Agacan (Holanda)

Nessa oficina Serhat Agacan – dançarino, coreógrafo e performer – explora a dança como forma de tornar o impossível possível. A proposta é apresentar a linguagem da dança como incentivadora e como aspecto fundamental para desenvolvimento pessoal e cognitivo.

 
14h - Oficina Sinais e Poesia com o coletivo Corposinalizante
 
Poemas criados por surdos e ouvintes juntos, tendo a língua de sinais como principal suporte para uma performance poética. O que pode acontecer quando um “texto” surge através da voz do corpo, de movimentos e sons? Essa oficina pretende estimular essa descoberta por meio de jogos de palavras, sem barreiras, sem traduções, sem separações e transformando os corpos dos participantes em vozes.
 
5 abr - sexta-feira
 
10h Oficina Comunicação Além das Palavras (atuação e mímica) com Jacob Casselden
 
14h - Palestra com o rapper surdo Signmark (Finlândia)
 
6 abril – sábado
 
SENCITY
 

Line up 

17h00 – Boas vindas +DJ  

17h30 – Canto Livro

18h30 – Banda Alana (percussão) + Roda de músicas do Congo (Museu AfroBrasil)

20h00 – Mixhell live set (com Laima Leyton, Max Blum e Iggor Cavalera)  

21h00 – Billy Saga  

21h30 – Signmark (com VJ textjockey Mark Ridder)  

22h30 – Lisa Bueno
 
performances:
 
Jacob Casselden, (signdancing + performance)
 
Serhat Agacan, (signdancing)
 
Dewi Latupeirissa, (signdancing)
 
Fernanda Amaral e Leonardo Castilho
 
Jorge Menna Barreto (comidas sensoriais)

INSTITUIÇÕES PARCEIRAS
 
Itaú Cultural

 
O público está convidado conhecer a exposição Ver é uma Fábula. Mostra de Cao Guimarães na companhia de educadores. As visitas buscam despertar o olhar do visitante no contato direto com as obras do artista.
 

Visitas Educativas em LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) Ser
 
Quando:Terça, 02 de abril, às 10h30 e às 15h00 [Duração aproximada - 90 minutos]
 

Grupos - 10 a 25 pessoas [idade mínima 05 anos]
 

Informações e agendamento (11) 2168 1876 de segunda a sexta, das 10h00 às 18h00
 
Itaú Cultural
 
Av. Paulista, 149 (próximo da estação Brigadeiro do Metrô)

 
Pinacoteca
 
Visitas educativas em Libras à exposição Arte no Brasil: uma história na Pinacoteca do Estado com a educadora Sabrina Denise Ribeiro
 

Dia 03 de abril (qua):
Manhã das 10h30 às 12h00

 

Dia 05 de abril (sex)
Manhã das 10h30 às 12h00
Tarde das 14h00 às 16h00

 

Agendamento: educaespecial@pinacoteca.org.br
 

Telefone: (11) 3324-0945
 
CCBB
 
Visita PSIU
: contação de Patrimônio
 

Quando: Dias 03 (qua) e 04 (qui) de abril às 14h00
 
Visita sensorial ao prédio do CCBB com intérprete de Libras
 
Quando: Dia 03 (qua) de abril às 13h00

Contação de história em Libras: Sákya-Muni – O Buda
 
Quando:Dia 05 (sex) de abril às 14h00

 
Visita mediada sobre o prédio do CCBB em Libras
 
Quando:Dia 06 de abril (sáb) 13h00
Fone: (11) 3113-3649

Museu Afro Brasil 

Visita em libras no acervo do museu
 
Quando: Dias 02 (ter) e 03 (qua) de abril às 11h00 e 14h00
 

Agendamento: agendamento@museuafrobrasil.org.br
 
Fone: (11) 3320-8921

3ª Semana Cultural Sinais na Arte + Sencity
 
Oficinas: de 1º a 5 de abril em vários horários (veja programação completa acima)
 

Sencity: 6 de abril, a partir das 17h
 

Onde: Museu de Arte Moderna de São Paulo
 

Endereço: Parque do Ibirapuera (av. Pedro Álvares Cabral, s/nº - Portão 3)
 

tel (11) 5085-1300

ENTRADA FRANCA

www.mam.org.br

www.facebool.com/MAMoficial  

www.twitter.com/MAMoficial

www.youtube.com/MAMoficial
 


Estacionamento no local (Zona Azul: R$ 3 por 2h)  
Acesso para pessoas com deficiência
Ar condicionado

Nenhum comentário:

Postar um comentário