3 de nov de 2016

Cães-guia são destaques no Espaço Acessibilidade da FESTURIS 2016





O trade turístico que visitar a edição do Espaço Acessibilidade da FESTURIS 2016, em Gramado, no Rio Grande do Sul, poderá saber mais a respeito do trabalho realizado pelos cães-guia através da Escola Helen Keller.


De 03/11 a 06/11, durante a feira de negócios turísticos, os visitantes poderão conhecer alguns dos filhotes que estão em treinamento além de cães já treinados e entregues gratuitamente pela instituição a pessoas com deficiência visual, como é o caso do cão Rama que vive na cidade de Bento Gonçalves (RS).


“O FESTURIS Gramado traz o Espaço de Acessibilidade como um dos destaques da feira desde o ano de 2012. E, anualmente, trazemos novidades para integrar o público de pessoas com deficiência para destinos turísticos. Percebemos a importância que os países dão à acessibilidade ao turismo e não poderíamos deixar esse nicho de fora. Por isso ficamos muito felizes em ter a presença da Escola de Cães Guias Helen Keller nesta edição uma vez que sabemos a importância do trabalho para auxiliar na independência de pessoas com deficiência visual”, explica a assessora comercial da FESTURIS Gramado Andréa Oliveira.


Nossa missão, além de apresentar a Escola para nosso público é informar sobre a Lei Federal 11.126 que dá autorização ao livre acesso de cães guias a locais de uso coletivo e privado, como em hotéis, restaurantes, entre outros ambiente.


Mesmo em vigor há mais de dez anos ainda é muito comum socializadores, treinadores, instrutores e, até mesmo cegos, acompanhados de cães-guia em treinamento ou já formados serem barrados em estabelecimentos ou sofrerem algum tipo de constrangimento.


A falta de informação pode estar atrelada ao pequeno número de cães que guiam hoje no Brasil. 


Segundo informações não oficiais estima-se que menos de 150 cães realizam este trabalho enquanto a população cega ou com baixa visão chega a mais de 6 milhões


Entre as poucas escolas ou centros de treinamento que fazem este trabalho no país sem fins lucrativos, está a Helen Keller que é responsável pelo treinamento, entrega e acompanhamento de deficientes visuais e cães-guia para a região sul. 


Somente em sua lista de espera estão cadastradas mais de 3 mil pessoas. 





Nenhum comentário:

Postar um comentário