31 de jul de 2012

Rio Grande do Sul elege 44 delegados para a Conferência Nacional da Pessoa com Deficiência



"A eleição ocorreu durante a etapa estadual da conferência, que contou com a presença da ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da Republica, Maria do Rosário."


Símbolo da acessibilidade 
 
O estado do Rio Grande do Sul elegeu neste domingo (29/07), em Porto Alegre, 44 delegados que irão representar o estado durante a IV Conferência Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência, que ocorre em Brasília entre os dias 3 e 6 de dezembro. A eleição ocorreu durante a etapa estadual da conferência, que contou com a presença da ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Maria do Rosário.

“A Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, nos dias 3 a 6 de dezembro, em Brasília, será o coroamento de toda essa participação dos estados pela busca dos direitos que ainda estão invisíveis para 45 milhões de brasileiros e brasileiras com deficiência”, enfatizou Rosário durante a abertura do evento, que contou com mais de 350 pessoas.

 Organizada pela Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos, por meio do Conselho dos Direitos da Pessoa com Deficiencia (Coepede), a conferência teve a participação, entre os meses de março e maio, de 33 etapas municipais e regionais, mobilizando 55 municípios com mais de 3 mil participantes, dos quais 448 são delegados nesta etapa estadual, sendo 219 não governamentais e 194 governamentais.

O secretário nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Antonio José Ferreira, da SDH/PR, parabenizou a organização o evento e o comprometimento que os estados estão tendo com o tema.

“Este é um momento rico. Desde que o Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conade) agendou as conferências municipais, regionais e estaduais, tem sido uma grande mobilização. Isso denota a grande importância da atividade, para que possamos formular boas propostas. Que tenhamos a maior e melhor conferência nacional”, ressaltou Antonio José.

Por sua vez, o presidente do Conade, Moisés Bauer, destacou o objetivo da conferência, que é pensar nas pessoas com deficiência que não estão participando diretamente do ciclo de atividades, que teve inicio em novembro do ano passado. “Ao todos somos 45 milhões de brasileiros com deficiência. Destes, mais de 2,5 milhões estão no Rio Grande do Sul. Essa parcela merece atenção com seriedade. Neste final de semana teremos a missão de contribuir com as políticas públicas para este segmento”, reforçou Bauer.

A conferência estadual do RS contou ainda com a participação da diretora de Direitos Humanos e Cidadania da Secretaria de Justiça e dos Direitos Humanos (SJDH), Tâmara Biolo Soares; o presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Coepede), Roberto Oliveira; a presidenta da Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para Pessoas Portadoras de Deficiência e de Altas Habilidades no Rio Grande do Sul (Faders), Marli Conzatti; o vice-presidente do Coepede e chefe de gabinete da Faders, Jorge Amaro Borges; o presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Porto Alegre (Comdepa), Rotechild Prestes.

Fonte: Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência 

Nenhum comentário:

Postar um comentário