31 de jul de 2013

Entidades de deficientes vão a Renan pedir apoio na tramitação do Plano Nacional de Educação (PNE)

diversos lápis de cor empilhados
O presidente do Senado, Renan Calheiros, recebeu nesta terça-feira (30) em seu gabinete em Maceió, representantes de 12 entidades de assistência a deficientes de Alagoas, que lhe foram solicitar apoio para a aprovação, pelo Senado, de pontos que consideram importantes no Plano Nacional de Educação (PNE) que tramita no Congresso Nacional.


 

Levados pela vereadora Tereza Nelma, do PSDB de Maceió, estiveram presentes no encontro com Renan representantes da Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas (Adefal), Associação Pestalozzi, Centro de Atividades Lourdinha Vieira, Assista, Associação dos Cegos de Alagoas, Conselho Estadual e Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Fundação Casa do Especial, Associação das Pessoas e Amigos Especiais (AAPPE), Federação Alagoana dos Deficientes Físicos, Federação das Pestalozzis e Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae).



 

A principal reivindicação das entidades, transmitida a Renan no encontro, é fruto de uma mobilização nacional das congêneres para que o Senado mantenha, no texto do Plano Nacional de Educação, o dispositivo sobre a Educação Especial e Especializada, conforme aprovado pela Câmara dos Deputados.
 


Renan agradeceu à vereadora Tereza Nelma e aos representantes das entidades a visita e reafirmou que sempre foi dedicado à causa dos deficientes. Lembrou que, quando ministro da Justiça, implantou a Lei de Acessibilidade e que o Senado aprovou recentemente o Estatuto da Pessoa com Deficiência.
 


“O Plano Nacional de Educação está em tramitação no Senado, nas comissões de Constituição e Justiça e na de Educação, e os senadores pretendem realizar duas audiências públicas para dinamizar e enriquecer o debate”, disse Renan, colocando o gabinete à disposição das entidades que puderem estar presentes em Brasília para participar das audiências sobre o PNE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário