14 de out de 2016

Maternidade atípica e deficiência serão temas de debate on-line






Mariana Rosa tem 39 anos, é jornalista e mãe da Alice que nasceu com 29 semanas, 900gr e 31 cm. Em função de sua prematuridade extrema, permaneceu 145 dias, os primeiros de sua vida, na UTI neonatal. 


Hoje, aos três anos, a luta não é mais por sua sobrevivência, mas pela qualidade de vida: Alice tem disfunção neuromotora (paralisia cerebral) e síndrome de West.


A maternidade atípica reorganizou prioridades na vida de Mariana e com isso, fundou propósitos antes inimagináveis. 


Mariana criou uma rede e por meio do blog Diário da Mãe da Alice, compartilha descobertas e aprendizados em torno da maternidade. Hoje, seu maior desejo é provocar reflexões e atitudes que contribuam para uma sociedade que respeite e valorize as diferenças.

 
Por isso, na próxima terça-feira, dia 18/10, às 19h30, o site do projeto Diversidade na Rua www.diversidadenarua.cc realizará um Debate Aberto ao público sobre maternidade atípica e deficiência.


“Acredito que conversando sobre nossas diferenças, podemos reconhecê-las. E só porque as reconhecemos é que podemos valorizá-las. É isso o que me move hoje, como mãe da Alice. A busca por um diálogo permanente em torno da diversidade e seu valor para uma vida em sociedade rica em significados”, afirma Mariana.


Por ser aberto ao público, qualquer pessoa que tenha interesse no tema pode participar do Debate Aberto acessando o site http://www.diversidadenarua.cc/debate
 
 
O formato é como o de um fórum: as questões são lançadas pelos participantes e todas as respostas podem ser replicadas. Para interagir é preciso fazer um cadastro rápido e simples.



  
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário