30 de nov de 2012

Pela primeira vez, peça teatral será encenada com audiodescrição no Rio Grande do Norte

Máscaras que simbolizam o teatro, uma alegre e outra triste
Pela primeira vez na cena cultural do Rio Grande do Norte uma peça de teatro será apresentada com o recurso da audiodescrição. A iniciativa faz parte do Programa de Consolidação das Licenciaturas (Prodocência) e do estudo de pós-doutorado (CAPES/PROCAD) feito pelo Prof. Dr. Jefferson Fernandes Alves, do Centro de Educação, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

De acordo com o professor Jefferson Fernandes, "os professores e alunos da UFRN e também os docentes da rede básica de ensino precisam conhecer, experimentar e debater essa modalidade de tradução intersemiótica, na perspectiva de contribuir com processos culturais e curriculares mais acessíveis em relação às pessoas com deficiência visual", enfatiza.

O espetáculo que contará com o recurso da audiodescrição é Santa Cruz do Não Sei, encenado pelo Grupo de Teatro Arkhétypos, formado por alunos da UFRN, sob a direção do Prof. Dr. Robson Haderchpek.

 “A peça foi concebida a partir de um projeto de extensão realizado com as comunidades de pescadores de Ponta Negra, em Natal/RN, e de Muriú, em Ceará-Mirim/RN. Para criar as cenas, o grupo investigou as histórias desses moradores e a partir delas, iniciou-se um processo de construção cênica utilizando como tema as histórias de pescador”, explica o diretor.

O espetáculo, gratuito, tem uma hora de duração e ocorrerá no Teatro Laboratório Jesiel Figueiredo, do Departamento de Artes da UFRN, em Natal, com capacidade para 40 pessoas. Serão realizadas apresentações nos dias 14 e 21 de dezembro, ambas às 15 horas, para o público em geral e integrantes do Instituto de Educação e Reabilitação de Cegos do RN (IERC/RN) e da Associação de Deficientes Visuais do RN (ADEVIRN). Após cada apresentação haverá um debate sobre a peça e sobre a audiodescrição.

Santa Cruz do Não Sei – Espetáculo Teatral com Audiodescrição
Local
: Teatro Laboratório Jesiel Figueiredo DEART/UFRN
Data/Horário:
14 e 21 de dezembro (15 horas)
Público por sessão
: 40 pessoas

Nenhum comentário:

Postar um comentário