29 de abr de 2013

Cadeirante conta com ajuda de netos para circular em rua sem calçamento em Teresina (PI)

Parte traseira da cadeira de rodas em uma calçada
Moradores do Loteamento Bela Vista III, na Zona Sul de Teresina (PI), reclamam da falta de pavimentação em alguns trechos do bairro. 

Na Rua 4, um dos moradores é o aposentado e cadeirante Agostinho de Sousa, 84 anos. 

Ele precisa da ajuda dos netos para sair de casa. Segundo ele, ainda tem que pagar, em média, R$ 30 a cada quinze dias para retirar o mato que cresce na porta da sua residência.

Morando há mais de cinco anos no bairro, o senhor Agostinho relata as dificuldades e os problemas causados pela falta de pavimentação

“Eu não posso ir até a casa da minha filha, que mora aqui em frente, porque não tenho como passar com a cadeira de rodas nessa rua cheia de buracos. Nem visitar os amigos que moram na mesma rua não dá”, disse o aposentado.
 
Quando precisa sair de casa, Agostinho de Sousa precisa contar com a ajuda do neto Cássio André, 15 anos, que também lamenta a situação.

“Só dá pra ele ficar aqui na calçada porque se precisar descer até a rua é preciso a gente levar ele. Ruas paralelas a essa estão calçadas e esta ainda não”, disse o estudante.

A dona de casa Maria da Conceição Silva, 47 anos, mora na Rua 3 e relata os mesmos problemas. Ela conta que o seu marido de vez em quando traz areia e pedras para jogar na rua e tapar alguns buracos. Segundo ela, a prefeitura já foi informada da situação, mas nenhum projeto contemplou a via com pavimentação.

“A minha vizinha até foi embora e colocou a casa dela à venda porque não suportou mais a situação. Aqui já vi motoqueiro cair nesses buracos e tem dias que quase não dá pra passar carro por aqui, principalmente quando chove”, disse a dona de casa.

Durante uma visita ao Loteamento Bela Vista III, a Superintendência de Desenvolvimento Urbano Sul (SDU) anunciou apenas a construção de uma praça próximo ao local que é um campo de futebol e mutirões de limpeza pelo bairro.

“Não dá pra entender por que algumas ruas estão pavimentadas e outras não, já que são tão próximas. Essa Rua 4 tem bastante movimento de veículos e não recebeu melhorias, enquanto outras pouco movimentadas estão calçadas”, reclamou o motorista Raimundo Nonato.

Além da falta de pavimentação, as famílias que moram no loteamento pedem atenção do poder público para a falta de segurança e iluminação em alguns pontos do bairro.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário