5 de ago de 2016

Brasileira é única mulher da modalidade de tiro esportivo na Paralimpíadas




O Projeto Próximo Passo do Instituto Mara Gabrilli apoia 22 atletas de alta performance com deficiência. 


Ente eles está a atleta Débora Campos que irá competir no Tiro Esportivo, em duas modalidades: a pistola 10mm (ar comprimido) e a Pistola esporte 25 metros, modalidade em que ela venceu em 2013 a medalha de ouro nos Estados Unidos, na USA Shooting National Championships.


Débora Campos, pentacampeã brasileira da modalidade teve a perna direita amputada aos 12 anos por conta de uma infecção óssea causada após um atropelamento. 


O esporte começou como um passatempo logo após o acidente,  e em 2009 Débora resolveu praticá-lo profissionalmente. 


Em 2011 ela foi convocada para a Seleção e agora é a única mulher que irá representar o Brasil nas Paralimpíadas do Rio2016. Ela é treinada por seu marido, Alexandre Romão.


Débora Campos  integra a equipe do Projeto Próximo Passo, do Instituto Mara Gabrilli desde 2015.  


O Projeto que tem o   objetivo de estimular  atletas do esporte de alto rendimento   oferecendo estrutura para os treinamentos e suporte técnico, por meio do apoio de empresas que acreditam no  esporte como instrumento facilitador da inclusão de pessoas com deficiência. 



 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário