14 de set de 2016

Exposição destaca criatividade de pessoas com deficiência intelectual



Até o dia 18/09, 23 quadros realizados pelos atendidos da Associação para Desenvolvimento, Educação e Recuperação do Excepcional (ADERE) estarão expostos à visitação pública no Salão Nobre do Arquivo Nacional, na cidade do Rio de Janeiro.

A exposição Despertar a Criatividade Jogos Paralímpicos foi inaugurada no último dia 9, com a presença do ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes, e da secretária Especial dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Roseana Estrela.


As obras, de autoria dos jovens e adultos com deficiência intelectual, foram realizadas durante as oficinas que trabalham as seguintes habilidades:

  • Motoras;
  • Cognitivas;
  • Criatividade;
  • Organização;
  • Raciocínio Lógico;
  • Convivência em Equipe;
  • Dentre Outras.

Todas significativas para a construção de uma autoestima fortalecida e de mais autonomia para a vida.


A exposição pretende mostrar a capacidade criativa da pessoas com deficiência intelectual, seu olhar estético sobre um tema importante como:


  • Paralimpíada;
  • Respeito ao meio ambiente;
  • Papel da sociedade em acolher e valorizar as diferenças como contribuições reais e sensíveis à construção de uma nação mais justa e igualitária para todos. 

Paralelamente a isso, a questão da inclusão por meio do esporte foi amplamente discutida com os atendidos, tanto sobre as motivações que nos levam a vencer limites, como o papel desses para-atletas como representantes do País, em um momento ímpar em que o Brasil sedia os jogos.


Fonte: Revista Incluir

 



Nenhum comentário:

Postar um comentário