31 de ago de 2012

Brasileiro recordista mundial domina bateria e vai à final dos 1500 m T11

Logotipo dos Jogos Paralímpicos de Londres
Atual recordista mundial dos 1.500 m T11 (para atletas com deficiência visual), o brasileiro Odair Santos dominou sua bateria classificatória, avançou à final e é um dos grandes favoritos à medalha de ouro da prova, que terá sua final disputada na próxima segunda, às 16h31 (de Brasília).

Ajudado por seu
atleta-guia Carlos Santos, Odair assumiu a liderança da segunda bateria eliminatória logo na primeira volta.

Com muita tranquilidade, o brasileiro se manteve na ponta até a marca dos 1.200 m, quando começou a ser ameaçado pelo chileno Cristian Valenzuela. Pressionado pelo sul-americano, Odair recebeu o recado de seu guia, apertou o ritmo e finalizou os 300 m finais na frente, com o tempo de 4min14s95, pouco mais de dez segundos acima de seu recorde mundial - 4min04s32.

Mais forte, a primeira bateria eliminatória dos 1.500 m T11 foi vencida pelo queniano Samwel Mushai, que marcou o melhor tempo classificatório - 4min09s44. Em segundo na prova e no geral ficou o canadense Jason Joseph Dunkerley, que marcou 4min13s67.


Outro brasileiro a disputar a primeira eliminatória, Carlos Bartô Silva cravou 4min25s36, nono melhor tempo no geral, e não se classificou à final.


Classificado com o 3º melhor tempo, Odair Santos disputa a final dos 1.500 m T11 na próxima segunda-feira, às 16h31 (de Brasília).


Marivana fica em 7º no lançamento de disco e dois brasileiros são eliminados em provas de velocidade


A alagoana Marivana Oliveira, 22 anos, ouro nos Jogos Parapan-Americanos de 2011, terminou a final do lançamento de disco F35/36 (para paralisados cerebrais ambulantes) na 7ª posição, após lançar 23.73 m e marcar 946 pontos.


A medalha de ouro ficou com a ucraniana Mariia Pomazan, que lançou 30.12 m, e a prata e bronze foram para as chinesas Qing Wu e Jiongyu Bao, com as marcas de 28.01 m e 25.85 m, respectivamente.


Únicos brasileiros a participarem de provas de velocidade na manhã desta sexta-feira, André Andrade e Lucas Ferrari foram eliminados ainda nas eliminatórias de suas provas. O primeiro ficou na 11ª posição dos 400 m rasos T13 (para atletas com deficiência visual) e o segundo foi o 10º dos 200 m rasos T37 (para atletas paralisados cerebrais ambulantes).

Nenhum comentário:

Postar um comentário