21 de ago de 2012

Protocolo de intenções da parceria do Sebrae-SP e da Secretaria de Estado é assinado durante a Reabilitação 2012

Aperto de mão entre duas pessoas
No final do primeiro dia da Feira e Fórum Reabilitação 2012, dia 15/08, em São Paulo, a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SP) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo (Sebrae-SP) assinaram o protocolo de intenções do projeto piloto Sebrae Mais Acessível.

Cid Torquato, coordenador de Relações Institucionais da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo, abriu a solenidade falando da importância desta assinatura, um momento histórico da inclusão das pessoas com deficiência no Brasil. “O sucesso da Lei de Cotas está incentivando uma série de mercados. Estamos abrindo espaço e avançando cada vez mais para a inclusão destas pessoas na sociedade”, destacou. A parceria prevê ações de inclusão da pessoa com deficiência nos postos de trabalhos gerados por pequenas empresas, além de orientações empresariais para abrir ou melhorar seus negócios.

Para a Secretária de Estado Dra. Linamara Rizzo Battistella, a parceria representa um marco histórico ao promover, de forma inédita no País, a empregabilidade e o empreendedorismo da pessoa com deficiência na pequena empresa. “Hoje é um dia especial. Tivemos a abertura da Reabilitação, falamos sobre educação, tecnologia, mas nada é mais fantástico do que o trabalho, poder ter o direito de escolher uma carreira que se tem vocação. O Bruno (Bruno Caetano, diretor superintendente), do Sebrae-SP, se mostrou sensível ao assunto desde o início e, tenho certeza, contribuirá na construção de um novo caminho para esta sociedade. O que estamos fazendo aqui é um passo a mais para a cidadania plena”.

O programa também prevê a adaptação dos produtos e serviços do Sebrae-SP para a capacitação das pessoas com deficiência. “Hoje temos uma assinatura simbólica, mas nosso trabalho já começou faz tempo. É um programa que atinge um grupo importante da sociedade, que pode ser estimulado a desenvolver seu lado empresarial e treinar sua capacidade gerencial. Nosso site já está sendo desenvolvido em plataformas acessíveis, com conteúdos adaptados, assim como nossos cursos”, disse o diretor Bruno Caetano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário